Potenciais aquisições agitam mercado da moda

As operações de fusão e aquisição na indústria da moda parecem não ter fim. Depois de o fabricante italiano de artigos de couro Piquardo ter anunciado a sua intenção de adquirir a Lancel, propriedade do grupo de luxo Richemont, e num momento em que diversas aquisições continuam a acontecer, como os casos mais recentes da Bally e da Lanvin, dois novos acordos também poder ser concretizados em breve.


Ver o desfile
Acne Studios, outono-inverno 2018/19 - © PixelFormula

O primeiro dos acordos estaria relacionado com a marca sueca de prêt-à-porter Acne Studios, que estaria a colocar a maior parte do seu capital à venda. De acordo com informações publicadas pelo WWD, os cofundadores Jonny Johansson e Mikael Schiller confiaram à Goldman Sachs a procura por potenciais compradores. As negociações já teriam começado e o processo de venda deve ter início antes do verão. A marca ainda não se pronunciou sobre o assunto. 

A segunda transação estaria relacionada com a Carven, adquirida em 2016 pela Bluebell Group, distribuidora associada da marca em Hong Kong e na China, que já possui uma participação minoritária no seu capital desde 2011. Segundo a MF Fashion, a empresa italiana de investimentos liderada por Roberta Benaglia, Style Capital, estaria interessada ​​em investir na marca.

A Bluebell, cuja operação principal se encontra na Ásia, e que está menos estruturada na Europa, poderia estar a tentar apoiar-se num parceiro para se expandir ainda mais internacionalmente. Ainda de acordo com o jornal italiano, a Style Capital, que acabou de adquirir 32% da MSGM e possui as marcas Sundek e Forte Forte, também pode investir na Stella McCartney, que estaria atualmente a analisar o futuro da sua marca junto ao grupo Kering.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirModa - DiversosLuxo - Pronto-a-vestirLuxo - DiversosNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER