Prejuízo da Guess aumenta apesar dos ganhos de receita interregionais

A marca de moda com sede em Los Angeles Guess anunciou que registou uma melhoria nas receitas em todos os seus mercados durante o primeiro trimestre de 2020, mas viu o seu prejuízo líquido aumentar.
 

A Guess viu o seu prejuízo líquido aumentar para 21,4 milhões de dólares no primeiro trimestre de 2020 - Instagram: @guess

A receita líquida da empresa aumentou 3% no primeiro trimestre do seu ano fiscal, encerrado a 4 de maio de 2019, totalizando 536,7 milhões de dólares, comparado com os 521,3 milhões de dólares obtidos no mesmo período do ano anterior. Em moeda constante, a receita líquida aumentou 8,2%.
 
Na América, as receitas do retalho aumentaram 3% (3,9% em moeda constante), enquanto as vendas comparáveis aumentaram 4%. As receitas do atacado na região aumentaram 13,6%.

Na Europa, as receitas aumentaram 2,2%, ou 12,3% em moeda constante. As vendas comparáveis da região, incluindo o comércio eletrónico, caíram 1%, mas aumentaram 8% em moeda constante. Quanto à Ásia, as receitas aumentaram 1,4% (6,6% em moeda constante), apesar de uma queda de 15% nas vendas comparáveis do retalho (10% em moeda constante). As receitas de licenciamento da empresa caíram 4,9% no período.
 
O prejuízo líquido da Guess totalizou 21,4 milhões de dólares no primeiro trimestre, um declínio de 0,7% em relação ao prejuízo de 21,2 milhões de dólares registado no primeiro trimestre de 2019. O prejuízo por ação da empresa permaneceu estável em US $ 0,27.
 
"Estou satisfeito com o nosso progresso neste período, já que tivemos mais um trimestre de sólido desempenho com forte crescimento de receita, melhores margens brutas e despesas bem administradas", declarou o CEO da Guess, Carlos Alberini, em  comunicado. "Não poderia estar mais empolgado com o futuro da nossa empresa. Atualmente, a Guess tem uma poderosa rede global, uma significativa relevância de marca e está a atrair uma nova geração de jovens clientes que amam a marca. Continuamos a observar grandes possibilidades de expansão internacional e oportunidades de melhorar as operações e reduzir custos muito importantes. Estou confiante de que o nosso potencial para criar valor significativo para os acionistas é forte.”

Carlos Alberini assumiu o cargo em janeiro e, desde então, revelou planos de duplicar a presença da Guess no mercado de jeans, na tentativa de retomar o sucesso do produto icónico da empresa. Para o segundo trimestre, a Guess espera registar um aumento de 4% a 5% na receita líquida, e lucro por ação (EPS) na faixa de US $ 0,24 a US $ 0,27. No ano fiscal 2020, a empresa prevê um aumento de 3,5% a 4,5% na receita líquida, e EPS de US $ 1,09 a US $ 1,20.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

DenimNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER