×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
23 de jul. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Prémio LVMH será entregue a 7 de setembro em Paris

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
23 de jul. de 2021

Após um ano especial em 2020, marcado pela pandemia de COVID-19, o LVMH Prize 2021 está a regressar à normalidade. Os organizadores anunciaram a sua final para o dia 7 de setembro, posicionando-se entre o ANDAM, que deu o seu veredicto no início de julho, e o Festival d'Hyères, que se realizará em outubro.


Os nove finalistas do concurso LVMH Prize de 2021 - LVMH Prize


A final desta oitava edição do concurso para jovens designers de moda – promovido pela empresa de artigos de luxo número um do mundo – terá lugar em Paris, na Fondation Louis Vuitton. "Este ano, pela primeira vez, o público terá a oportunidade de descobrir nas nossas redes sociais os bastidores, os pontos altos da final do LVMH Prize e a viagem dos finalistas", disse a organização do prémio numa declaração.

No ano passado, a final foi cancelada devido à pandemia e os 300.000 euros do prémio foram divididos igualmente entre os oito finalistas da edição de 2020.

Este ano, foram selecionados nove finalistas: a afro-britânica Bianca Saunders, primeira estrangeira a levar recentemente o prémio francês ANDAM Fashion Award; o francês Charles de Vilmorin, um dos nomes mais comentados na temporada passada da Alta Costura, em janeiro; o afro-americano Christopher John Rogers, entre os nomes novos mais excitantes da moda, agraciado com o prémio 2019 do CFDA/Vogue Fashion Fund; Conner Ives, o jovem nova-iorquino prodígio, que já vestiu Adwoa Aboah para a Gala Met e fez parte da equipa de design de Rhianna; o artista de ascendência espanhola e irlandesa, Colm Dillane, convidado especial da Complexcon, em 2017, uma das mais importantes exposições de streetwear nos EUA (para não dizer do mundo), que sem recursos conseguiu montar um stand depois de ter viajado com uma caravana de Nova Iorque a Los Angeles, fabricando pelo caminho T-shirts em estúdios de amigos, e criando a sua marca KidSuper; Kika Vargas de Bogotá, que incluiu pela primeira vez a Colômbia no LVMH Prize; Lukhanyo Mdingi da costa oriental da África do Sul, que se mudou para a Cidade do Cabo, e cuja obra reflete sobre uma perspetiva contemporânea da estética e património africanos; Nensi Dojaka, a designer vanguardista nascida na Albânia e radicada em Londres; e a chinesa Rui Zhou de Hunã, que divide o seu tempo entre Xangai e Nova Iorque, com a marca Rui.

A 7 de setembro, serão julgados pelo júri, que atribuirá o Special Prize Karl Lagerfeld ao mesmo tempo que o LVMH Prize 2021.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.