×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
22 de mar. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Primark já não se contenta com lojas físicas e aposta no online para atrair clientes

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
22 de mar. de 2022

A cadeia de roupa irlandesa de baixo custo Primark, que até agora só tem lojas físicas, irá lançar um novo website no Reino Unido no final do mês, que irá oferecer um serviço de click & collect para que os clientes possam levantar as suas encomendas nas respetivas lojas, de acordo com as reportagens iniciais do jornal Expansión. Este modelo será então replicado nos outros 13 mercados em que opera.


No final do mês, a Primark lançará o seu novo website no Reino Unido, seguido dos seus outros mercados - Primark


A pedido da FashionNetwork.com, um porta-voz da empresa não rejeitou a reportagem à imprensa: "Comentámos anteriormente que um serviço de click & collect poderia ser uma opção viável para a Primark se pudéssemos demonstrar que é a coisa certa para a empresa. Não estamos a excluir nada para o futuro", disse a fonte.

"Estamos concentrados em melhorar a experiência do cliente em linha Primark e em aumentar a queda de afluência nas nossas lojas através do lançamento do nosso novo website, que começará no Reino Unido no final deste mês e se estenderá ao resto dos nossos mercados no outono", disse.

Ao contrário de outros grandes nomes da moda mundial rápida, como a espanhola Inditex, empresa-mãe da Zara, ou a sueca H&M, a Primark era a única sem um site de comércio eletrónico. O seu site atual não permite compras online e funciona principalmente como um catálogo.

Com esta abordagem ao canal online, a Primark poderia colocar os seus 10.000 produtos numa vitrina privilegiada, oferecer informações quase em tempo real sobre a disponibilidade das suas peças de vestuário nas respetivas lojas, bem como tirar partido dos dados dos seus mais de 24 milhões de consumidores ativos.

De acordo com os media, nesta primeira fase, a cadeia irlandesa não efetuará entregas ao domicílio por considerar que estas não são rentáveis devido aos baixos preços dos seus artigos.

Em novembro passado, a AB Foods, empresa-mãe da Primark, indicou que o seu objetivo para os próximos cinco anos era atingir 530 lojas. Tem 65 lojas em Espanha e em Portugal, cujas vendas comparáveis foram afetadas durante a pandemia pela queda do turismo estrangeiro.

A Primark foi fundada por Arthur Ryan em Dublin, em 1969, inicialmente com o nome de Penneys. Para o semestre que finalizou no passado mês de fevereiro, as suas vendas deveriam superar em mais de 60 % as do ano anterior, sem ter em conta as divisas. Ao comparar estes números com o semestre pré-pandémico, verificou-se que as vendas diminuíram apenas 4 %.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.