×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
4 de dez. de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Primark recupera das perdas dos confinamentos e abre novas lojas nos EUA, Espanha e Itália

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
4 de dez. de 2020

A Primark comunicou na sexta-feira que a segunda onda de confinamentos de outono lhe custou 430 milhões de libras (476 milhões de euros) em vendas. Mas, as lojas nos seus principais mercados na República da Irlanda, Inglaterra, França e Bélgica reabriram na semana passada, após um período mais curto de encerramentos forçados.


Image: Reuters


E a boa notícia é que as vendas nos dias após a reabertura em cada um destes mercados “foram mais uma vez muito fortes, refletindo o entusiasmo e o apelo da oferta da Primark”. A empresa estendeu o horário de funcionamento da temporada de Natal na Irlanda e em Inglaterra “para dar resposta à expectável maior demanda dos clientes e ajudar a garantir um ambiente mais seguro ao alargar o horário de funcionamento por um período mais longo”.
 
No entanto, a marca ainda tem muitas lojas sob encerramento obrigatório, com 34 locais fechados a nível internacional, incluindo todas as lojas na Irlanda do Norte e na Áustria. Um número que representa apenas 7% do seu espaço total de vendas a retalho, em comparação com 62% em novembro, quando foi encerrado o maior número de lojas.

Embora os confinamentos não tenham sido tão longos como os que aconteceram durante a primavera, estes aconteceram no pior momento possível, numa altura em que, tradicionalmente, os retalhistas registam uma maior percentagem da sua faturação anual. Daí que o número estimado de vendas perdidas chegue a 430 milhões de libras, embora a empresa tenha sido capaz de recuperar alguns custos. Os custos operacionais das lojas que foram encerradas foram reduzidos em cerca de 25% durante o período em que as portas estiveram fechadas.
 
A empresa disse ainda que todos os pedidos que fez aos seus fornecedores foram cumpridos.
 
E a Primark continuou a abrir novos pontos de venda. Desde o início deste exercício financeiro, em meados de setembro, a marca abriu novas lojas nos Estados Unidos, nos centros comerciais American Dream (New Jersey) e Sawgrass Mills (Florida). “O sucesso destas aberturas nos Estados Unidos e o nosso desempenho interanual nas nossas lojas reabertas é muito encorajador, reforçando a nossa confiança na aceleração do nosso programa de abertura de lojas nos Estados Unidos.” 

A empresa acrescentou que “teve uma resposta muito forte dos clientes à abertura da primeira loja em Roma, Itália, na semana passada”. A marca também abriu a sua quinta loja em Barcelona e, na sexta-feira, abriu a sua 50.ª loja em Espanha.
 
Então, o que significa tudo isto para as vendas e o lucro gerais? Dado que o ano financeiro anterior foi afetado pelos confinamentos da primavera, a empresa espera que as vendas e o lucro da Primark sejam mais elevados neste ano financeiro e que esta continue a expandir a sua área de vendas a retalho.

Copyright © 2023 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.