×
Por
Europa Press
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
21 de out. de 2022
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Primeira-dama mexicana acusa Ralph Lauren de plagiar desenhos indígenas

Por
Europa Press
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
21 de out. de 2022

Beatriz Gutiérrez, primeira-dama do México, acusou na quinta-feira a marca de moda Ralph Lauren de plagiar designs indígenas para supostamente os comercializar sem autorização, facto que qualificou como "apropriação do trabalho das culturas pré-hispânicas".


A fotografia publicada na conta de Beatriz Gutierrez. - Instagram


“Ouça Ralph, já percebemos que gosta muito dos padrões mexicanos, sobretudo aqueles inspirados em culturas ancestrais que preservam a tradição têxtil. No entanto, quando copia esses desenhos, incorre em plágio", afirmou Gutiérrez numa publicação na sua conta do Instagram.
 
Na sua denúncia, a também presidente honorária do  Consejo Asesor de Memoria Histórica y Cultural de México alertou a marca americana de que o plágio "é ilegal e imoral", pelo que pediu à empresa que o reconheça.

Disse a primeira-dama mexicana: “Espero que repare os danos às comunidades originais que fazem este trabalho com amor e sem fins lucrativos milionários.”

Copyright © 2023 Europa Press. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos aqui apresentados sem o prévio e expresso consentimento.