×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
13 de set. de 2022
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Printemps vai abrir unidade em Nova Iorque em 2024

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
13 de set. de 2022

Na primavera de 2024, a loja de departamentos francesa, Printemps, abrirá uma unidade em Nova Iorque, no One Wall Street, um arranha-céus localizado no número 1 de Wall Street. A rede ocupará um espaço de cerca de 5.000 metros quadrados distribuídos por dois pisos, no prédio de 50 andares, construído no início da década de 1930.


Perspetiva da futura loja Printemps em Nova Iorque - Printemps


É, sem dúvida, um anúncio importante, oficializado no dia 7 de setembro pelo grupo francês. Pouco antes do início da Nova York Fashion Week. O projeto nova-iorquino marca as novas ambições do grupo nos Estados Unidos. A empresa chegou a ter uma presença temporária em Denver, em 1987. Por outro lado, a sua loja em Doha, no Catar, será inaugurada a tempo da Copa do Mundo.

“Os Estados Unidos são a chave para nossa estratégia de desenvolvimento internacional e a abertura em Nova Iorque oferece uma grande visibilidade e potencial de crescimento. Acreditamos que podemos trazer algo único, tanto para a base de consumidores locais, como para os fortes fluxos turísticos que a cidade recebe. É também um mercado estratégico de comércio eletrónico para luxo, moda, casa e beleza”, diz Jean-Marc Bellaiche, CEO do grupo Printemps. “Planeamos ser pioneiros num novo formato de retalho experimental neste mercado exigente e em evolução”, acrescenta.

Embora ainda não tenha sido divulgada a seleção de marcas, o grupo, de propriedade do fundo Disa, vinculado ao Catar, não pretende oferecer uma réplica do universo da sua flagship parisiense do Boulevard Haussmann. Quer implementar e testar experiências de retalho e excecionais para clientes locais e turistas da Big Apple. A futura Printemps New York, que será gerida diretamente pelo grupo francês, também planeia encontrar o seu lugar no competitivo mercado de lojas de departamentos dos Estados Unidos, e apresentar o seu e-commerce internacionalmente.

Edifício histórico



As lojas de departamento francesas vão apoiar-se no universo One Wall Street, já catalogado entre os 50 interiores de referência em Nova Iorque para atrair visitantes. “Um edifício icónico, One Wall Street, tem uma herança semelhante à igualmente icónica loja Printemps em Paris, tornando-se o local ideal para a primeira loja nos Estados Unidos e em Nova Iorque. A histórica Red Room será um dos muitos destaques da loja”, diz o grupo num comunicado. Laura González – designer de interiores parisiense multipremiada – será a arquiteta do projeto para dar um toque parisiense.

Para realizar este ambicioso projeto, o grupo também contratou uma gestora experiente no mercado americano: Laura Lendrum. A empresária, que atua desde 2018 através da consultora Laura Lendrum Consulting, no sector de luxo, beleza e restaurantes, foi presidente da Gucci e Saint Laurent para o mercado americano entre 1997 e 2013, e também liderou a atividade de retalho da Ralph Lauren na América do Norte entre 2013 e 2017.

Assim, o grupo Printemps embarca mais uma vez na conquista internacional, depois de fechar a sua loja japonesa localizada no distrito de Ginza, em Tóquio, em 2017. O grupo, fundado em 1885 em Paris, opera 20 lojas de departamento em França e também está à frente da marca urbana e jovem Citadium, além dos espaços de e-commerce Place des Tendances e Made in Design.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.