×
563
Fashion Jobs
ADIDAS
Manager HR Learning & Development Gbs Porto (m/f)
Efetivo · Porto
FOREO
Marketing Manager
Efetivo · Lisbon
FARFETCH
Menswear Styling Editor
Efetivo · GUIMARÃES
ADIDAS
HR Specialist Gbs - Offboarding (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist HR Specialist Gbs Operations - General Admin (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Associate HR Specialist (M/F/D) - Gbs Operations - Benefits
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Apo/Ibp (Snp) Consultant (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist (M/F/D) - Gbs Operations - German Speaker - Bik
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Demand Planner_sport Zone(m/f)
Efetivo · Maia
JD SPORT
Footwear Buyer
Efetivo · Alicante
CH CAROLINA HERRERA
Area Manager
Efetivo · LISBOA
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Sac/Bw-Ip/Fico (m/f) 1
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Buyer - French Speaker
Efetivo · Porto
ADIDAS
Technology Consultant - Retail sd/mm (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Gbs HR Services - Compensation (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Reporting & Analytics (M/F/D) - Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
SALSA
Quality Manager - Oportunidade de Trabalhar o Produto Para Atingir Uma Qualidade de Excelência
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
JD SPORT
Demand Planner_Sport Zone(m/f)
Efetivo · Maia
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo · Braga
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
Publicado em
6 de jan. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Proibição de saldos custa metade das vendas aos lojistas

Publicado em
6 de jan. de 2022

Face ao aumento de casos de infeção por Covid-19, a poucos dias do Natal o Governo decretou a proibição de saldos entre 25 de dezembro e 9 de janeiro. Uma decisão que já teve um impacto considerável nas vendas nas lojas físicas. Entre 26 e 31 de dezembro de 2021, o retalho e a restauração registaram uma quebra de 51,2% nas vendas em comparação com o período homólogo de 2019, antes da pandemia, indica a Associação de Marcas de Retalho e Restauração (AMRR).
 


Classificando a proibição de saldos como “injusta e desadequada”, a associação aponta para os "prejuízos muito significativos para os consumidores e para as empresas".
 
Em comunicado, Miguel Pina Martins, presidente da AMRR, sublinha que estes números confirmam os receios relativamente ao impacto da proibição, recordando que durante estes período “as empresas mantiveram a sua estrutura de custos intacta, mas as receitas caíram a pique”.

Apelando à reversão da medida, o presidente da AMRR sublinha que “este período é especialmente importante para as empresas e consumidores e é fundamental que a medida de proibição dos saldos termine".
 
Segundo a associação, que reúne 3500 espaços comerciais e de restauração em Portugal, a limitação de entradas nos espaços comerciais, no rácio de 1 pessoa por 5 metros quadrados, "é a medida adequada e suficiente para evitar ajuntamentos".
 
Sublinhando o esforço e investimento que as empresas do retalho e restauração têm feito para garantir condições de segurança e higiene nos espaços comerciais, a AMRR destaca que estes setores “têm sido dos mais penalizados ao longo destes quase dois anos, com encerramentos e limitações contínuos que têm provocado centenas de milhões de euros de perdas”. 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.