×
369
Fashion Jobs
MINGA LONDON
Ecommerce Manager
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
MINGA LONDON
Head of Creative Content / Art Director
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
SALSA
IT Retail Systems Specialist – Oportunidade de Suporte e Participação em Projetos de IT
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
GIANNI KAVANAGH
Marketing Director
Efetivo - CLT · BRAGA
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
SANDRO
Sales Assistant 12hr Corner Porto h/m
Trainee · LARAMIE
LION OF PORCHES
Gerente (m/f) - Algarve Shopping
Efetivo - CLT · GUIA
LION OF PORCHES
Gerente (m/f) - Oeiras Parque
Efetivo - CLT · LISBOA
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Vendedor(a) - 40h - CDI - Eci Lisboa - H/F
Efetivo - CLT · LISBOA
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Gestor de Loja - 40h - CDI - Lisboa Colombo - H/F
Efetivo - CLT · LISBOA
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Vendedor(a) - 40h - CDI - Lisboa Colombo - H/F
Efetivo - CLT · LISBOA
TAPESTRY
Sales Associate ii - ce pt Vila do Conde (20-39 Hours)
Efetivo - CLT · Vila do Conde
SALSA
Estágio Curricular - People & Talent
Estágio · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Estação Viana - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Viana do Castelo
THE KOOPLES
Store Manager
Efetivo - CLT · LISBOA
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m) 1
Efetivo - CLT · Porto
Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
25 de jun de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Publicidade global deve enfrentar queda de dois dígitos este ano

Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
25 de jun de 2020

Segundo um relatório da agência de publicidade GroupM, com a pandemia de COVID-19 a afectar empresas em todo mundo, a indústria global da publicidade deve registar uma queda de quase 12% este ano.


Publicidade em queda com pandemia - Reuters


O mercado publicitário tem vindo a enfrentar uma forte queda desde março, quando os cidadãos ficaram confinados em casa e as empresas fecharam as suas portas para impedirem a propagação do coronavírus. No entanto, embora o impacto geral da pandemia na economia seja pior do que o da crise financeira de 2008, o relatório da agência GroupM, uma unidade da holding WPP, aponta que este declínio na publicidade em 2020, excluindo publicidade política, é apenas moderado. 

De acordo com a agência, a queda ocorre porque as pequenas empresas, que sofreram o maior impacto com o fecho global, já representavam uma parcela menor no sector de publicidade.

O declínio no mercado de publicidade também foi atenuado, porque muitas empresas "estão a lutar para permanecerem ativas, através do comércio eletrónico, e esperam ver alguma publicidade através deste canal", disse Brian Wieser, presidente global de inteligência de negócios do GroupM.


Publicidade televisiva e publicidade OOH, como outdoors, são as maisafectadas do sector - Globetrotter


Espera-se que as partes mais afectadas do sector sejam a publicidade televisiva, que tem vindo a perder espaço há muito tempo, e a publicidade Out Of Home (OOH), como outdoors, uma vez que as pessoas estão a ficar mais em casa e em ambientes fechados. A publicidade televisiva deve cair 17,6% este ano, enquanto a publicidade OOH cairá 25%, excluindo anúncios políticos, disse o GroupM.

A agência também estima que a publicidade digital diminuirá 2,3% este ano e representará 52% do mercado publicitário, ante 48% no ano passado. Os anunciantes investiram mais em anúncios digitais porque, geralmente, são mais baratos e facilitam o início ou cancelamento de uma campanha publicitária.

O GroupM estima que o mercado global de publicidade deva começar a recuperar no próximo ano, com um crescimento de 8,2%.
 

© Thomson Reuters 2021 All rights reserved.