×
361
Fashion Jobs
UNREAL FIELDS
Creative/Art Director
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Commercial Product Manager - Work With Product in The Fashion Business
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Buyer (m/f) - French Speaker
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Buyer - Italian Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
LION OF PORCHES
Fotógrafo (m/f) – Vila do Conde
Efetivo - CLT · PORTO
BWGROUP
Fashion Styling And Production
Efetivo - CLT · BRAGA
BWGROUP
Fashion Design Intern
Estágio · BRAGA
SALSA
E-Commerce Assistant
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Credit Control Specialist (Fluente em Inglês) – Oportunidade de Trabalho Diversificado e Dinâmico
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
CONFIDENTIAL
Concession Manager w/m - Lisboa - Full Time
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Famalicão - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Freeport - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Alcochete
BWGROUP
Controle de Qualidade / Tabelas de Medidas
Efetivo - CLT · BRAGA
LEVI'S
Part-Time 20h Levis el Corte Inglês Gaia
Efetivo - CLT · Vila Nova de Gaia
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Wshopping (Santarém) - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Lisboa
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Évora Plaza - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Évora
Publicado em
24 de mar de 2017
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

PVH: Calvin Klein e Tommy Hilfiger em alta apesar de um EUA sem brilho

Publicado em
24 de mar de 2017

O grupo PVH registra um leve crescimento em seu último exercício, encerrado nos fins de janeiro. Sobre um ano, as vendas líquidas da gigante americana avançaram 2% indo a 8.200 milhões de dólares (7.600 milhões de euros). A Calvin Klein conheceu a dinâmica mais forte com um avanço de 7% (3.135 milhões de dólares). A Tommy Hilfiger avança, por sua vez, 4% (3.511 milhões de dólares) em relação a 2015. A categoria Heritage Brands se contraiu 10% (1.557 milhões de dólares).

Calvin Klein - Outono-Inverno 2017 - Womenswear - Nova Iorque - © PixelFormula

 
Tanto a Calvin Klein como a Tommy Hilfiger tiraram proveito do seu desempenho no mercado internacional, em especial na Europa, onde as vendas aumentaram fortemente. As vendas em base comparativa internacionais avançaram 6% para a Calvin Klein e 9% para a Tommy Hilfiger, as quais apagaram a queda observada na América do Norte. Nesta região, a queda da visitação das lojas e das despesas dos consumidores tiveram um impacto sobre as duas marcas. O grupo vê seu lucro antes de juros e impostos (Ebit) passar de 760 para 789 milhões de dólares em um ano, Por outro lado, seu resultado líquido se erodiu. Ele passa de 572 milhões para menos de 549 milhões de dólares.
 
O grupo PVH sublinha que está concluindo seu exercício com um quarto trimestre em conformidade com suas previsões em termos de vendas e de lucros. O CEO, Emmanuel Chirico, se mostrou satisfeito com o grupo, apesar "de um ambiente macroeconômico volátil e de um setor comercial altamente promocional nos Estados Unidos".

As vendas do quarto trimestre permaneceram estáveis em 2.100 milhões de dólares (1.950 milhões de euros). As vendas da Calvin Klein caíram 1%, indo a 795 milhões de dólares, e aquelas da Tommy Hilfiger avançaram 3%, para 932 milhões de dólares. As vendas no estrangeiro da Calvin Klein aumentaram 11%, para 385 milhões de dólares, o que, no entanto, não foi suficiente para compensar a queda de 11% observada na América do Norte. As vendas no estrangeiro da Tommy Hilfiger aumentaram 10% – e 7% sobre uma base comparativa – graças em especial à aquisição da sua coempresa chinesa (TH China), enquanto as vendas caíram 6% nos Estados Unidos.
 
Para 2017, Emanuel Chirico declarou que a empresa ia adotar "uma abordagem prudente" em razão da incerteza reinante no setor comercial. O grupo PVH anunciou em março a aquisição do site de venda de vestuários True & Co, que traduz o interesse da empresa para as atividades digitais e, em especial, a exploração dos dados para otimizar suas atividades comerciais.
 
Por outro lado, o grupo anunciou na quarta-feira a nomeação de d'Amy McPherson, diretora da Marriott Europe, para seu conselho de administração. Com esta nomeação, efetiva a 25 de abril, o número de membros do conselho de administração passa para 12.
 
No acumulado do seu exercício em curso, a PVH prevê uma alta das suas vendas de 2%.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.