×
347
Fashion Jobs
UNREAL FIELDS
Creative/Art Director
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Commercial Product Manager - Work With Product in The Fashion Business
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Buyer (m/f) - French Speaker
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Buyer - Italian Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
SALSA
Vendeur(se) Carre Senart 30h
Efetivo - CLT · Paris
LION OF PORCHES
Fotógrafo (m/f) – Vila do Conde
Efetivo - CLT · PORTO
BWGROUP
Fashion Styling And Production
Efetivo - CLT · BRAGA
BWGROUP
Fashion Design Intern
Estágio · BRAGA
CONFIDENTIAL
Concession Manager w/m - Lisboa - Full Time
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Freeport - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Alcochete
BWGROUP
Controle de Qualidade / Tabelas de Medidas
Efetivo - CLT · BRAGA
LEVI'S
Part-Time 20h Levis el Corte Inglês Gaia
Efetivo - CLT · Vila Nova de Gaia
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Wshopping (Santarém) - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Lisboa
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Évora Plaza - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Évora
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Campera - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Carregado
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Cascais Shopping - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Cascais
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
2 de fev de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

PVH Corp. conclui nomeação de Stefan Larsson como novo CEO

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
2 de fev de 2021

A PVH Corp., empresa matriz de marcas como Tommy Hilfiger e Calvin Klein, nomeou Stefan Larsson como seu CEO e adicionou-o ao seu conselho de administração. Larsson sucede a Manny Chirico, anterior CEO da empresa. Chirico mantém o cargo de presidente do conselho de administração.


Twitter @TommyHilfiger


Larsson ingressou na PVH em junho de 2019 como presidente. Desde então, liderou as equipas regionais da empresa e os negócios de marca, incluindo da Calvin Klein e da Tommy Hilfiger, durante a sua luta contra a pandemia de coronavírus, conduzindo a PVH em direção a uma recuperação acelerada, afirmou a PVH num comunicado de imprensa.

“Juntos, Larsson e Chirico implementaram ações a curto prazo e estratégias a longo prazo que continuarão a tirar proveito do poder da PVH, já que se centram nos principais pontos fortes da empresa, conectando-os com o rumo do consumidor e impulsionando a relevância e o alto desempenho de marca para um crescimento sustentável a longo prazo”, acrescentou a empresa.

Esta não é a primeira vez que Larsson ocupa um cargo de alta direção no setor. De outubro de 2015 a maio de 2017, atuou como CEO da Ralph Lauren Corp. Antes disso, foi presidente internacional da Gap Inc. e ocupou vários cargos de liderança a nível mundial na H&M.
 
Larsson declarou: "Sinto-me honrado por me tornar CEO, para que possa continuar a construir este negócio líder do setor e organização impulsionada por valores que (Chirico) moldou durante os seus 15 anos como CEO, e continuar com a excecional cultura que dá prioridade às pessoas e o compromisso incontornável com a responsabilidade corporativa que defendeu na PVH.”

“O meu objetivo é continuar a trabalhar nos pontos fortes que nos trouxeram até aqui e levá-los mais perto do que nunca do consumidor, o que formará a base para executar com sucesso o nosso próximo capítulo de crescimento.”
 
Em dezembro, a PVH anunciou um declínio de 18% na sua receita do terceiro trimestre, uma melhoria sequencial significativa em comparação com as quedas nos dois trimestres anteriores, fortemente afetados pela pandemia.

No terceiro trimestre, encerrado a 1 de novembro de 2020, a empresa anunciou uma faturação de 2,12 mil milhões de dólares, contra 2,59 mil milhões no no mesmo período do ano anterior. Em moeda constante, a queda ano-a-ano foi de 21%. A receita de vendas diretas ao consumidor caiu 11%, percentagem que incluiu um aumento de 70% no comércio eletrónico, impulsionado pelo forte crescimento digital em todas as marcas e regiões da empresa.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.