Ralph Toledano reeleito presidente da Federação da Alta Costura e da Moda de França

A assembleia geral da Fédération de la Haute Couture et de la Mode reelegeu Ralph Toledano como presidente, sendo este o seu terceiro mandato, enquanto Pascal Morand foi confirmado como presidente executivo.


Ralph Toledano - Puig

Ralph Toledano foi eleito presidente da federação pela primeira vez em 2014, entrando como o sucessor de Didier Grumbach. O gestor tem uma longa carreira na moda. Toledano presidiu a divisão de moda do grupo Puig, que deixou no ano passado, e também foi CEO da Chloé, onde nomeou Phoebe Philo como diretora artística, em 1997. Foi Toledano quem reavivou a marca Guy Laroche, com a contratação de Alber Elbaz para o mesmo cargo, em 1996 e, em março deste ano, tornou-se presidente da marca britânica Victoria Beckham.

Toledano inicia então um terceiro mandato como presidente da federação parisiense, mas desta vez por um período de quatro anos e não dois, como nas eleições anteriores. "Havia uma boa atmosfera na reunião. E estou muito honrado pela confiança que me foi dada pelos meus colegas. O nosso objetivo agora é apresentar o nosso projeto da criação de uma escola de criação e de gestão ainda melhor com o IFM", declarou Ralph Toledano à FashionNetwork.com, referindo-se à fusão entre o IFM e a École de la Chambre Syndicale de la Couture para criar a maior escola de moda de França, que deve começar a operar a partir de setembro de 2019 com a extensão das instalações da IFM às margens do Sena, no 9ème arrondissement de Paris.

Na reunião de 12 de Julho, a assembleia da FHCM também reelegeu para o seu comité executivo os seguintes executivos: Francesca Bellettini (Saint Laurent), Bruno Pavlovsky (Chanel), Guillaume de Seynes (Hermès) e Sidney Toledano (LVMH Fashion Group), e nomeou Pascal Morand como presidente executivo da federação. Este último foi nomeado para o cargo em dezembro de 2015, ocupando o lugar deixado por Stéphane Wargnier. "Esta é uma ótima notícia para Ralph e para a federação", comentou Pascal Morand.

Pascal Morand é formado em economia pela HEC, pós-graduado em ciências das organizações, possui um doutoramento em economia e é o autor de inúmeras publicações. Foi diretor-geral do Institut Français de la Mode (IFM) de 1987 a 2006 e, anteriormente, foi vice-diretor geral da Chambre de Commerce et d'industrie de région Paris Ile-de-France.
 
O conselho de administração eleito inclui Pietro Beccari (Christian Dior), Francesca Bellettini, Geoffroy de la Bourdonnaye (Chloé), Etienne Bourgois (Agnès b.), Michael Burke (Louis Vuitton), Cedric Charbit (Balenciaga), Sophie Duruflé (Isabel Marant), Didier Grumbach (Presidente Honorário da FHCM), Joann Cheng (Lanvin), Jean-Marc Loubier (Sonia Rykiel), Bruno Pavlovsky, Isabel Ribeiro (Paul Smith), Nicolas Santi-Weil (Ami), William Seynes, Ralph Toledano, Sidney Toledano, Daniel Tribouillard (Leonard) e Vincent Vantomme (Dries Van Noten).

Pietro Beccari é o único recém-chegado, sendo o sucessor de Sidney Toledano como representante da Dior, enquanto Sidney Toledano continua no comando das outras grandes marcas de moda da LVMH. Três outros candidatos foram apresentados, mas não eleitos: a italiana Delphine Bellini (Schiaparelli), William Aline (Barbara Bui) e Gabriel Linage (Azzaro).

"A Assembleia renova a sua confiança na equipa atual, cujos principais objetivos permanecem: confirmar Paris como a capital mundial da moda, apoiar marcas emergentes e implementar o grande projeto de uma escola de criação e de gestão de moda voltada para se tornar líder mundial”, declarou a Federação num comunicado.

"Novos projetos serão anunciados nas próximas semanas, incluindo um grupo de pensadores com o objetivo de decodificar e antecipar mudanças sociais e tecnológicas em andamento", acrescentou o comunicado.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirModa - DiversosLuxo - Pronto-a-vestirLuxo - DiversosNomeações
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER