×
341
Fashion Jobs
JD SPORT
Marketplace Business Developer (m/f)
Efetivo · Maia
FOREO
Business Development Specialist
Efetivo · Lisbon
SALSA
Ecommerce Product Specialist – Oportunidade de Especialização em Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services - Compensation (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sales Associate Part-Time - Centro Comercial The Style Outlets - Vila do Conde
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Gestor de Produto (m/f)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Demand Planner (m/f)
Efetivo · Maia
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - General Admin - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
FAÇONNABLE (RETAIL)
Vendedor/a - 40h - Freeport
Temporario · ALCOCHETE
M+RC NOIR
Executive Assistant
Efetivo · PORTO
M+RC NOIR
Director of Collections / Production Manager
Efetivo · PORTO
THE KOOPLES
Sales Assistant 24h - Colombo
Efetivo · LISBOA
ADIDAS
Specialist Gbs Procurement Operations - French Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Credit And Collections Specialist North & Nordics (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Gbs Taxes Systems (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Vendedor (m/f) Sport Zone Vasco da Gama
Temporario · Lisboa
JD SPORT
Vendedor (m/f) Sport Zone Viana Estação Shopping
Temporario · Viana do Castelo
Por
EFE
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
24 de set. de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Ralph Lauren planeia cortar 15% da força de trabalho global

Por
EFE
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
24 de set. de 2020

A empresa de moda norte-americana, Ralph Lauren, anunciou na terça-feira (22 de setembro) que planeia reduzir o número de funcionários, devido a uma reestruturação interna para diminuição de custos e aceleramento dos negócios digitais, por motivo do impacto global da pandemia de COVID-19.


Ralph Lauren vai dispensar cerca de quatro mil funcionários, devido ao impacto da pandemia - DR


A empresa com sede em Nova Iorque, que conta com 24.900 funcionários em todo o mundo (mais da metade nos EUA), tenciona cortar cerca de 15% da sua força de trabalho, o que se traduz em mais de 3.700 demissões, segundo Dow Jones da EFE.

A Ralph Lauren declarou, num documento entregue à Securities and Exchange Commission (SEC), que espera economizar entre 180 e 200 milhões de dólares com a medida, com encargos entre 120 e 160 milhões de dólares relacionados à indemnizações.

A empresa detalhou várias etapas de um grande plano "para alcançar o crescimento sustentável de longo prazo e a criação de valor, que inclui o estabelecimento de uma estrutura global simplificada e plataformas de tecnologia aprimoradas para apoiar as operações" em todo o mundo.

"As transformações que estão a ocorrer no mundo em redor, aceleraram as mudanças que vimos antes do COVID-19 e vamos apressar alguns dos nossos planos para estarmos à altura", disse o presidente e CEO, Patrice Louvet.


Os mais altos cargos da empresa reduziram o salário, como o próprio Ralph Lauren, que renunciou ao salário integral e bónus - Instagram @ralphlauren


A estrutura simplificada da empresa envolve "consolidar" as funções de "marketing" e "marca", estabelecer um sistema de "inteligência e experiência do consumidor" que usará análises profetizadas, e reorganizará as equipas de promoção comercial corporativa. 

Em termos de aprimoramento de tecnologia, a Ralph Lauren está a implementar um plano global de serviço de armazenamento na nuvem e um sistema de recursos humanos, digitalizando a cadeia de abastecimento e acrescentando ferramentas para realidade aumentada, entre outras.

Na última apresentação de resultados, referente ao trimestre entre junho e agosto, a Ralph Lauren informou que sofreu uma queda de 66% no volume de negócios, em comparação com o mesmo período do ano anterior, e um prejuízo operacional de 168 milhões de dólares.

A empresa não fechou lojas e os mais altos cargos da administração reduziram o salário, começando pelo próprio Ralph Lauren, que renunciou ao salário integral e bónus, enquanto o presidente-executivo Louvet cortou o seu para metade e outros executivos abdicaram de 20%.
 

© EFE 2022. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos dos serviços Efe, sem prévio e expresso consentimento da Agência EFE S.A.