×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
14 de fev de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Ralph Lauren prevê prejuízo de 70 milhões de dólares nas vendas devido ao coronavírus

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
14 de fev de 2020

Com dois terços das suas lojas na China fechadas temporariamente devido à epidemia do coronavírus, a empresa de moda clássica americana Ralph Lauren Corporation anunciou na quinta-feira (13) que estima que a crise de saúde tenha um impacto negativo entre 55 milhões a 70 milhões de dólares nas suas vendas em 2020.


A Ralph Lauren fechou temporariamente dois terços das suas lojas na China continental - Instagram: @ralphlauren


A empresa, que fechou a maioria das suas lojas chinesas seguindo as orientações fornecidas pelas autoridades locais e organizações globais de saúde, também anunciou que espera que o seu lucro operacional na China, Japão e Coreia seja negativamente afetado em 35 milhões e 45 milhões de dólares devido ao surto do coronavírus.
 
Além disso, as interrupções na sua cadeia de aprovisionamento na China podem ter um impacto nos seus pedidos globais no quarto trimestre. A Ralph Lauren Corporation disse que estas estimativas podem mudar no futuro se houver uma evolução significativa nas tendências vistas pela empresa.
 
“As nossas equipas estão a operar com agilidade numa situação altamente dinâmica, e continuaremos a avaliar as implicações para os nossos negócios no retalho, empresas e a nossa base de aprovisionamento”, comentou Patrice Louvet, presidente e CEO da Ralph Lauren, em comunicado. “Apesar da crise de saúde criar incertezas a curto prazo, os fundamentos dos nossos negócios são fortes e continuamos a ver oportunidades significativas de crescimento a longo prazo na China e em toda a Ásia."
 
No início deste mês, a empresa informou que havia fechado metade das suas lojas na China e destacou que o país responde por menos de 4% dos seus negócios totais. A empresa pretende fornecer uma atualização sobre o impacto financeiro e operacional estimado do surto de coronavírus quando reportar os seus resultados referentes ao quarto trimestre e ano fiscal de 2020.
 
A Ralph Lauren faz parte de uma lista crescente de marcas com sede nos Estados Unidos que fecharam temporariamente um número significativo de lojas na China em resposta à crise de saúde. Esta lista inclui nomes como VF Corp, PVH Corp e Nike. Até ao momento, a epidemia provocou mais de 1.300 mortes na China e registou novos casos na última quinta-feira.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.