Receita da Geox cresce no primeiro trimestre de 2017

A Geox fechou o seu primeiro trimestre de 2017 com vendas em alta de 1,2%, atingindo 297,9 milhões de euros. « Estou satisfeito com os resultados que o nosso grupo conquistou no primeiro trimestre. As receitas aumentaram graças aos bons números do atacado, cujas vendas aumentaram em 6,3 %. Esse aumento foi impulsionado pela boa performance da Rússia, países do Leste Europeu e China, mas também pelo sucesso das vendas online, que cresceram mais de 30%”, informou Mario Moretti Polegato, presidente e fundador da marca.
 
Calçados - Geox

As vendas de calçados, que representam 90% do faturamento consolidado, permanecem estáveis em +0,8 %, atingindo a marca de 267,4 milhões de euros, comparado a 2016. As vendas de prêt-à-porter, que até o momento representam 10 % do faturamento consolido, tiveram um crescimento de 4,5 % , atingindo 30,5 milhões de euros.

A Itália permanece sendo o principal mercado da Geox, com 33,5 % das vendas (valor estável), seguida pela Europa (42,3 % das vendas, com baixa de 1,9 %), América do Norte (4,9 % das vendas, com baixa de 7,8 %) e o restante do mundo (19,3 %, em alta de 14,2 % graças aos bons resultados do mercado, com exceção de Hong Kong).
 
Quanto aos canais de distribuição, o atacado representou 53,2 % das vendas (+6,3 %) e o varejo 46,8 % do total (-4 %, sendo 18,8 % das franquias e 28,8 % das lojas próprias). Sobre a performance da Geox, Mario Moretti Polegato declarou: «estes resultados confirmam o poder e a eficácia das nossas decisões estratégicas, que são focadas em crescimento sólido e rentável. Estou confiante que teremos bons resultados este ano, com uma rentabilidade adequada aos nossos objetivos.».
 

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - CalçadosNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER