×
302
Fashion Jobs
DIRETOR(A) INDUSTRIAL
Diretor(a) Industrial
Efetivo · MONACO-VILLE
GIANNI KAVANAGH
PR / Influencers Management
Efetivo · BRAGA
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services Bik - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Comprador de Vestuário (m/f)
Efetivo · Porto
CONFIDENCIAL
Country Manager Iberica Textile
Efetivo · PORTO
SALSA
Ecommerce Product Manager – Desenvolvimento do Negócio Digital da Marca
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
SPORT ZONE
Marketplace Business Developer (m/f)
Efetivo · Maia
SALSA
Ecommerce Product Specialist – Oportunidade de Especialização em Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sales Associate Part-Time - Centro Comercial The Style Outlets - Vila do Conde
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Gestor de Produto (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - General Admin - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
DAMA DE COPAS
Consultora de Lingerie
Efetivo · PORTO
THE KOOPLES
Sales Assistant 16h - Eci Lisbon
Efetivo · LISBOA
EMPRESA DE MODA NO SETOR DO LUXO
Vendedor/a de Loja de Gama Alta
Temporario · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Foz Plaza - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Figueira da Foz
COURIR PORTUGAL
Sales Assistant - Coimbra cc Forum Coimbra - CDI - Part-Time - 20h - m/h
Efetivo ·
COURIR PORTUGAL
Sales Assistant - Lisboa cc Chiado - CDI - Part-Time - 20h - m/h
Efetivo · LISBOA
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
23 de mai. de 2022
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Receita e lucro da VF Corp diminuem no quarto trimestre

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
23 de mai. de 2022

A VF Corporation anunciou que a sua receita para o ano de 2022 aumentou 28%, apesar de desacelerar no quarto trimestre, prejudicada pelo atraso nas vendas no mercado da região Ásia-Pacífico.


A receita e o lucro da VF Corp diminuem no quarto trimestre - Vans


A empresa com sede em Denver, Colorado, disse que a receita do ano fiscal encerrado no dia 2 de abril foi de 11,8 mil milhões de dólares (11,07 mil milhões de euros), liderada pela Vans, com um aumento de 20%, para 4,1 mil milhões de dólares (3,85 mil milhões de euros), e a The North Face, com um aumento de 33%, para 3,2 mil milhões de dólares (3 mil milhões de euros), durante o período de 12 meses. A Timberland registou um crescimento de 20% nas vendas, para 1,82 mil milhões de dólares (1,71 mil milhões de euros), enquanto a Dickies teve um aumento de 19%, para 837 milhões de dólares (785,24 milhões de euros), segundo a empresa.

Por região, a receita doméstica da VF Corp aumentou 33%, para 6,18 mil milhões de dólares (5,80 mil milhões de euros), seguida pelo mercado EMEA, que cresceu 30%, para 3,34 mil milhões de dólares (3,13 mil milhões de euros), durante o ano. A receita do mercado Ásia-Pacífico aumentou 7%, enquanto a das Américas (excluindo os Estados Unidos) teve uma subida de 37%.

No quarto trimestre, encerrado em 2 de abril, a receita da VF Corp aumentou 9%, para 2,8 mil milhões de dólares (2,63 mil milhões de euros). O crescimento foi impactado pelo mercado APAC, que registou uma queda de 11%, compensando parcialmente o aumento de 12% no seu mercado dos Estados Unidos, e +15% e +17% nos seus mercados EMEA e Américas (excluindo os Estados Unidos), respetivamente.

Por marca, a The North Face foi o maior destaque, com um crescimento de vendas de 24%, seguido pela Timberland e Dickies, com +9% e +7%, respetivamente. A maior marca da empresa em valor de receita, a Vans, permaneceu inalterada, enquanto a categoria Outras Marcas da VF aumentou 11%.

O resultado líquido do quarto trimestre caiu para 80,8 milhões de dólares (75,80 milhões de euros), em comparação com 89,5 milhões de dólares (83,97 milhões de euros) no trimestre anterior. Apesar disso, a VF Corp conseguiu aumentar o seu lucro nos últimos 12 meses para 1,4 mil milhões de dólares (1,31 mil milhões de euros), ante 408 milhões de dólares (382,77 milhões de euros) no ano anterior.

"Estou satisfeito com o progresso que fizemos para avançar com as nossas prioridades estratégicas à medida que navegamos com sucesso em mais um ano agitado. Cumprimos amplamente os compromissos que assumimos no início do ano fiscal de 2022, alcançando um bom crescimento na nossa família de marcas", disse Steve Rendle, presidente e CEO da VF Corp.

"Uma parte de nosso segmento ativo ficou aquém do seu potencial. Entendemos os problemas, contamos as pessoas certas e sabemos que faremos melhor. O nosso desempenho é uma prova da incrível amplitude e profundidade do talento em toda a nossa organização, e as nossas equipas permanecem altamente engenhosas, comprometidas e apaixonadas", acrescentou.

Olhando para o futuro, a VF indicou que espera que a receita total para o ano fiscal de 2023 aumente 7% em dólares. A receita da The North Face deve crescer numa percentagem baixa de dois dígitos, enquanto a receita da Vans deve crescer numa percentagem baixa de um dígito.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.