×
563
Fashion Jobs
ADIDAS
Manager HR Learning & Development Gbs Porto (m/f)
Efetivo · Porto
FOREO
Marketing Manager
Efetivo · Lisbon
FARFETCH
Menswear Styling Editor
Efetivo · GUIMARÃES
ADIDAS
HR Specialist Gbs - Offboarding (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist HR Specialist Gbs Operations - General Admin (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Associate HR Specialist (M/F/D) - Gbs Operations - Benefits
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Apo/Ibp (Snp) Consultant (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist (M/F/D) - Gbs Operations - German Speaker - Bik
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Demand Planner_sport Zone(m/f)
Efetivo · Maia
JD SPORT
Footwear Buyer
Efetivo · Alicante
CH CAROLINA HERRERA
Area Manager
Efetivo · LISBOA
ADIDAS
Senior Sap Consultant - Sac/Bw-Ip/Fico (m/f) 1
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Buyer - French Speaker
Efetivo · Porto
ADIDAS
Technology Consultant - Retail sd/mm (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Gbs HR Services - Compensation (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Reporting & Analytics (M/F/D) - Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
SALSA
Quality Manager - Oportunidade de Trabalhar o Produto Para Atingir Uma Qualidade de Excelência
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
JD SPORT
Demand Planner_Sport Zone(m/f)
Efetivo · Maia
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo · Braga
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
Por
Reuters API
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
11 de nov. de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Reservas de luxo europeias deslizam sobre as preocupações com a estagflação na China

Por
Reuters API
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
11 de nov. de 2021

Os stocks de luxo europeus foram os principais declinadores em Londres, Paris e Milão na quarta-feira (10 de novembro), após dados mostrarem que a inflação chinesa saltou em outubro, aumentando as preocupações com a estagflação no país, um comprador de topo de gama de produtos de alta gama.


Ações da Salvatore Ferragamo em curso para a sua maior queda diária desde junho de 2020 - DR


As preocupações renovadas sobre o impacto de uma nova onda de infeções COVID-19 na Ásia ensombraram os resultados do terceiro trimestre da Salvatore Ferragamo, colocando as suas ações em curso para a maior queda diária desde junho de 2020, 6% abaixo do esperado.

As ações da Kering, Hermès, Moncler, LVMH, e Burberry caíram entre 2% e 3%, com um desempenho inferior ao do mercado europeu em geral, com o índice pan-europeu a atingir as 14 horas (GMT).

A inflação na China atingiu uma alta de 26 anos em outubro, comprimindo as margens de lucro dos produtores e aumentando as preocupações de crescimento na segunda maior economia do mundo.

Neil Wilson, analista de mercado principal da Markets.com, disse que o aumento da inflação aliado ao enfraquecimento dos números das importações chinesas no início desta semana foram "sugestivos de uma procura interna mais lenta" para as marcas de luxo europeias.

A procura de produtos de alta gama na China é o principal motor do setor, sendo responsável por um terço das vendas dos fabricantes europeus de produtos de luxo em 2019 e 28% em 2020, de acordo com os analistas do UBS.

O setor europeu do luxo caiu 15% de agosto a outubro depois de a China ter anunciado planos de redistribuição da riqueza, interrompendo um aumento de 140% de março de 2020 a agosto de 2021.

O setor tinha recuperado quase toda a sua perda de verão desde uutubro, com os analistas a dizerem que os fortes ganhos estavam a apoiar as ações.

O crescimento económico na China deverá abrandar ainda mais no trimestre de dezembro, a partir dos mínimos de um ano estabelecidos nos três meses anteriores.

Os analistas disseram que uma mistura de casos crescentes de COVID-19 na Ásia e de riscos em torno da crise da dívida do Grupo Evergrande na China, em desenvolvimento, poderia afetar o crescimento na China, limitando ainda mais a dinâmica dos lucros de algumas empresas de luxo.

A Goldman Sachs cortou esta semana as suas previsões de crescimento global das vendas da indústria do luxo em 2022 em mais de 33% a 9% e 2023 estima em quase 40% a 7% devido à incerteza do crescimento económico global.
 

© Thomson Reuters 2022 All rights reserved.