Resultados da Avon alinhados com estimativas no primeiro trimestre

Os resultados do primeiro trimestre da empresa de cosméticos Avon Products Inc. ficaram praticamente em linha com as estimativas dos analistas, e a fabricante de cosméticos relatou uma queda no número das suas revendedoras, conhecidas como "Avon Ladies".


Avon

O número de representantes ativos da fabricante dos perfumes "Little Black Dress" caiu 4% no trimestre encerrado a 31 de março, em grande parte devido ao declínio no Brasil.

"Os resultados do primeiro trimestre da Avon foram insatisfatórios e não representam o potencial subjacente do negócio", disse o presidente-executivo, Jan Zijderveld, num comunicado.

As vendas foram estáveis ​​na América Latina, onde os representantes ativos diminuíram 6%, mas foram compensados ​​pelo aumento nas vendas dos mercados da Europa, Médio Oriente e África.

O prejuízo líquido atribuível à empresa diminuiu para 20,3 milhões de dólares, ou 6 cêntimos por ação, no primeiro trimestre encerrado a 31 de março, de uma perda de 36,5 milhões de dólares, ou 10 cêntimos por ação, um ano antes.

Excluindo itens únicos, a Avon registou uma perda de 2 cêntimos, em linha com a estimativa média dos analistas, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

A receita total aumentou para 1,39 mil milhões de dólares, ultrapassando a estimativa média de 1,35 mil milhões de dólares.

Traduzido por Novello Dariella

© Thomson Reuters 2019 All rights reserved.

PerfumesCosméticaNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER