×
307
Fashion Jobs
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
10 de nov. de 2022
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Resultados da Natura &Co mostram que desafios da Body Shop permanecem

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
10 de nov. de 2022

O grupo brasileiro de beleza Natura &Co, proprietário das marcas Natura, Avon, The Body Shop e Aesop, disse ter registado um “desempenho resiliente” no terceiro trimestre, com uma receita líquida consolidada de 9 mil milhões de reais (1,7 mil milhões de euros / 1,5 mil milhões de libras / 1,7 mil milhões de dólares), um aumento de 2,2% em moeda constante, mas queda de 5,7% em base reportada.


Os resultados da Natura &Co mostram que os desafios da Body Shop permanecem - DR


A empresa disse que o EBITDA ajustado caiu 5,7%, para 772,5 milhões de reais, e o prejuízo líquido foi de 560 milhões de reais, após um lucro de 273 milhões de reais há um ano. Apesar disso, a Natura & Co encerrou o trimestre com uma sólida posição de caixa de 4,6 mil milhões de reais. Os esforços para focar na geração de caixa também apresentaram bons resultados, com uma melhora significativa na conversão de caixa no terceiro trimestre.

Como destaque, as vendas digitais atingiram 50,1% da receita líquida total, acima dos 49,8% no terceiro trimestre do ano passado.

O CEO Fabio Barbosa disse: “A Natura &Co apresentou resultados em linha com nossas expectativas, com tendência de receita superior, enquanto as margens continuaram pressionadas pelo ambiente macroeconómico desafiador, marcado pela alta inflação, menores gastos discricionários e impactos cambiais”.

Olhando para as suas diversas marcas e unidades operacionais, a Natura &Co Latam teve um desempenho sólido, com destaque para a marca Natura e o segmento Avon CFT na região. A Aesop registou outro trimestre consistente de crescimento, enquanto a Avon International apresentou outra melhoria sequencial nos resultados e nos principais indicadores.

Mas a The Body Shop “continuou a apresentar resultados desafiadores devido ao declínio do canal no segmento At Home e à recuperação mais lenta da franquia”. A queda nas vendas na TBS At Home ultrapassou a recuperação progressiva do retalho, com aumento no tráfego das lojas e melhoria nas vendas de retalho através de parceiros de franquia.

As margens da Body Shop caíram e a administração está agora a implementar “uma série de medidas, incluindo a contenção rígida de custos, estimulando a procura dos principais franqueados através da gestão dos níveis de stock, da otimização contínua do footprint de loja e da implantação da nova loja Workshop, que está a mostrar um aumento de 15 pontos percentuais nas vendas em relação ao modelo tradicional”.

Enquanto isso, a receita líquida da Natura &Co Latam cresceu 10,2% em base CC e 4,1% em reais. A marca Natura apresentou um forte crescimento de 18,5% na América Latina na CC (+11% em reais); e a receita da marca Avon na América Latina cresceu 0,7% em CC (-4,1% em reais).

A receita líquida da Avon International caiu 8,1% em CC (-19,8% em reais) no terceiro trimestre. O desempenho foi impactado principalmente pela guerra na Ucrânia (excluindo a Rússia e Ucrânia, as vendas caíram 3,1% em CC), a baixa confiança do consumidor e erosão do poder de compra das famílias na Europa. Os fundamentos de negócios da Avon continuaram a melhorar, uma vez que o novo modelo comercial, agora implementado em 20 mercados, resultou na maior produtividade e digitalização e num melhor desempenho dos principais produtos.

A Aesop registou outro trimestre forte, com aumento de 21,5% na receita líquida em CC (+8,9% em reais). Todas as regiões, exceto a Europa, apresentaram um crescimento de dois dígitos, liderado pela América do Norte e Ásia-Pacífico. A Aesop continua a registar um crescimento de vendas comparáveis consistente, enquanto continua a abrir novas lojas.

Também está em andamento a revisão para uma oferta pública inicial (IPO) da Aesop ou uma cisão para separá-la da Natura &Co, potencialmente seguida de uma oferta pública.
 

Copyright © 2023 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.