×
260
Fashion Jobs
ADIDAS
Financial Controller & Reporting Senior Specialist (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
IT Service Desk Specialist
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
HR Controlling & Data Analytics Senior Specialist (m/ f
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Manager - Project Management & Strategy
Efetivo - CLT · Porto
 GRUPO CONSTANT SERVIÇOS EMPRESARIAIS, LDA.
Area Manager - Retalho/Moda (m/f) - Lisboa
Efetivo - CLT · Lisboa
ADIDAS
Sales Associate Centro Comercial Norteshopping
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
IT Sap Specialist fi/co e HR
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Gbs Senior Buying Specialist (m/ f) - French Speaker
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
General Ledger Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
H&M
Senior Lawyer - Expansion Department
Efetivo - CLT · Barcelone
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Arrábida Shopping - Vila Nova de Gaia (m, f)
Efetivo - CLT · Porto
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Rua Pascoal de Melo (m, f)
Efetivo - CLT · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Costureira de Alta Costura- Oeiras Parque (m, f)
Efetivo - CLT · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant- Dolce Vita Tejo (m, f)
Efetivo - CLT · Lisboa
LA ESTAMPA
Coordenador de Estilo (m/f)
Efetivo - CLT · BRAGA
FARFETCH
Senior Men Stylist
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
FARFETCH
Senior Stylist
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
FARFETCH
Stylist Browns
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
VALÉRIUS
Estágio - Modelista
Estágio · BARCELOS
MR.MOOD
Estágio - Web Designer
Estágio · PORTO
BOUTIQUE DOS RELÓGIOS
Assistente de Vendas Mandarim - Luxo
Efetivo - CLT · LISBOA
H&M
Area Human Resources For Portugal
Efetivo - CLT · Lisboa

Richemont atinge volume de negócios de 3,7 mil milhões no primeiro trimestre

Por
AFP
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 18 de jul de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

A Richemont, número dois mundial do luxo, comunicou na quinta-feira que as suas vendas aumentaram 12% no primeiro trimestre, para 3,7 mil milhões de euros, impulsionadas pelo comércio online e pela Ásia, à exceção de Hong Kong. 


Cartier


Excluindo a distribuição online, na qual a Richemont se fortaleceu significativamente, as vendas progrediram 6% primeiros três meses do seu exercício de 2019/2020, indicou num comunicado o grupo que é nomeadamente proprietário da maison de joalharia Cartier.
 
No Japão, as suas vendas (excluindo o comércio eletrónico) cresceram 6%, impulsionadas pelo bom consumo local e pelas despesas turísticas, tendo aumentado 9% no resto da região Ásia-Pacífico, apoiadas pela China.

As receitas continuaram, no entanto, a declinar em Hong Kong, tanto devido à força da moeda local, desfavorável às compras turísticas, como devido às manifestações no território semi-autónomo chinês, indicou o grupo sem fornecer números. Na Europa, as vendas caíram 1%.
 
No retalho, por atividade, subiram 7% na joalharia, para 1,8 mil milhões de euros, caíram 2% na relojoaria, para 823 milhões, e saltaram 56% na distribuição online, para chegar aos 612 milhões de euros.

A Richemont investiu fortemente no e-commerce, uma das áreas de crescimento para o setor do luxo, com a oferta pública de aquisição sobre a Yoox Net-A-Porter no ano passado e a recompra da watchfinder.co.uk. Em outubro, o grupo também firmou uma parceria com a Alibaba, gigante chinesa de comércio eletrónico.

Na quarta-feira, a fabricante suíça de relógios Swatch Group, conhecida pelos seus relógios de plástico multicoloridos, mas também proprietária de várias marcas de luxo, incluindo Tissot, Longines e Omega, comunicou um declínio de 4,4% nas suas vendas no primeiro semestre, especialmente devido à agitação em Hong Kong.

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.