Riopele adquire 10% do capital da tecnológica IOTech

A Riopele acaba de adquirir 10% do capital da IOTech, startup tecnológica instalada na incubadora Famalicão Made IN, em pleno ambiente empresarial proporcionado pelo próprio gigante da indústria têxtil nacional, em Pousada de Saramagos, Famalicão.


A IOTech, que desenvolve soluções inteligentes e inovadoras e com valor acrescentado para a indústria, despertou o interesse da Riopele no showcase de apresentação de startups à indústria, perante uma plateia de empresários, mentores e potenciais investidores, em outubro passado, promovido pelo Famalicão Made IN.

Esta aquisição atesta não só a qualidade dos projetos da incubadora, mas também os bons resultados da aproximação das startups famalicenses à indústria, objetivo central da criação desta estrutura de incubação e aceleração de ideias de negócio, em 2015, pelo município de Famalicão, numa parceria com a Riopele, recorda a autarquia em comunicado oficial.

“As conversas entre a Riopele e a IOTech avançaram e, na última semana de 2018, foi confirmada a aquisição de 10% do nosso capital pela Riopele”, explica Filipe Portela, CEO da IOTech, cujo grupo de acionistas passa assim a ser constituído pelo próprio Filipe Portela (90%) e pela Riopele, na pessoa do seu administrador Bernardino Carneiro, (10%).

Portela agradece a “confiança depositada” e vê a entrada da Riopele na estrutura da startup como “benéfica para ambas as partes”, porquanto possibilitará “mais cooperação, expansão de clientes, abertura a novos mercados e uma maior oferta de serviços”. “Neste momento, falta apenas concluir a alteração da denominação social para IOTECHPIS – Innovation on Technology”, conclui o responsável da empresa tecnológica.

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.

TêxtilNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER