×
357
Fashion Jobs
UNREAL FIELDS
Creative/Art Director
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Commercial Product Manager - Work With Product in The Fashion Business
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Buyer (m/f) - French Speaker
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Buyer - Italian Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
SALSA
Vendeur(se) Carre Senart 30h
Efetivo - CLT · Paris
LION OF PORCHES
Fotógrafo (m/f) – Vila do Conde
Efetivo - CLT · PORTO
BWGROUP
Fashion Styling And Production
Efetivo - CLT · BRAGA
BWGROUP
Fashion Design Intern
Estágio · BRAGA
CONFIDENTIAL
Concession Manager w/m - Lisboa - Full Time
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Famalicão - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Freeport - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Alcochete
BWGROUP
Controle de Qualidade / Tabelas de Medidas
Efetivo - CLT · BRAGA
LEVI'S
Part-Time 20h Levis el Corte Inglês Gaia
Efetivo - CLT · Vila Nova de Gaia
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Wshopping (Santarém) - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Lisboa
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Évora Plaza - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Évora
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Albufeira - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Albufeira
Por
Adnkronos
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
23 de jun de 2020
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Roberto Cavalli: Mais de 100 empregados recusam-se a mudar-se para Milão e deixam a empresa

Por
Adnkronos
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
23 de jun de 2020

De um total de 170 funcionários, a trabalhar nas instalações da Roberto Cavalli em Osmannoro, no município de Sesto Fiorentino, mais de 100 priorizaram a pré-adesão ao plano social (despedimento com pagamento de oito a 11 meses de salário, em função do tempo de serviço); e mais de 50, em contrapartida, transferir-se-ão para Milão (de acordo com as condições do contrato nacional nestes casos).


A maioria dos trabalhadores da Roberto Cavalli recusaram mudar-se para Milão


Foi o que a empresa deu a conhecer na reunião à mesa com os sindicatos da crise da região da Toscânia. A sede florentina da empresa", dizem Femca Cisl e Filctem Cgil Firenze, "desaparece, perde-se um enorme património profissional e humano, bem como um recurso para o território".

"Continuamos preocupados", sublinham os parceiros sociais, "com o futuro industrial da marca (na Toscânia há muitos fornecedores) e os trabalhadores também parecem estar, dado que mais de 100 deles optaram por se demitir, em vez de se mudarem para a sede de Milão. Os trabalhadores lutaram o máximo que puderam para convencer a empresa a desistir do encerramento da fábrica em Sesto Fiorentino, agradecemos às instituições locais que nos têm estado próximas".