×
Publicado em
3 de jul de 2017
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Rodarte: Cowgirl couture em um claustro clássico

Publicado em
3 de jul de 2017

As teias de aranha estão sendo expulsas de Paris pela Alta Costura nesta temporada. E ninguém está derrubando o antigo regime mais rápido do que a maison Rodarte, de Los Angeles, que organizou um emocionante show  'cowgirl couture' no domingo.
 

Triana Alonso


O domingo testemunhou quatro novas chegadas no calendário oficial da temporada; E por último, mas definitivamente não menos importante, foi a Rodarte, que assumiu o claustro portuário do início do século 17, de forma graciosa e melancólica.
 
Muitas vezes, a Alta Costura tem sido para muitos couturiers continentais uma questão de ajustar motivos de moda clássica. Rodarte, no entanto, aproveitou a oportunidade para revolucionar o formato - com uma brilhante exibição de cortes criativos e mesclas culturais. Considerada como a grande casa de moda com sede na Califórnia, a Rodarte brincou com seus temas favoritos, romance ocidental, discoteca dissoluta e naturalismo gentil, agregado com toque refinado, solicitado, ou até mesmo exigido, pela Alta Costura parisiense.

As botas de vaqueiro de salto alto serviam de apoio a vestidos largos de de chiffon transparente, em um momento atraente e sedutor orquestrado pela dupla de irmãs Rodarte, Kate e Laura Mulleavy. Ao som de 'After the Goldrush', ritmo folk da banda britânica Prelude, as modelos terminavam sua caminhada em torno do claustro reunindo-se no jardim, enriquecido com diversas plantas e flores de verão, cortesia do famoso florista Debaulieu. Cada modelo adornada com flores frescas tecidas ao redor dos braços, quadril, ombros e até mesmo cobrindo cabeça.
 

Photo: Triana Alonso


O casamento perfeito entre o estilo vaqueiro e a Alta Costura foi representado por impressionates looks como o vestido flamenco branco com decote coberto por várias pétalas de couro, seguido por vestidos estilo "professora sexy" em um chiffon transparente, dissecado com arcos metálicos em miniatura; e um vestido soberbo estampado de pássaros do paraíso; ou um macacão excelente em mohair negro.

"Definitivamente, queríamos respeitar a tradição e todos os grandes couturiers que haviam trabalhado na Alta Costura. Mas também expor nossa própria visao ", explicou Kate Mulleavy, pós-desfile no jardim dos claustros.
 
O local era ideal. Uma abadia real, tradicionalmente associada ao Jansenismo, um movimento obcecado com a depravação humana e a necessidade da graça divina. Um refúgio onde uma das amantes de Luís XIV morreu dando à luz seu filho. Este desfile, no entanto, parecia a renovação da Alta Costura.
 
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.