×
350
Fashion Jobs
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
5 de mar de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Sacai será a primeira marca convidada a perpetuar as coleções de alta costura de Jean-Paul Gaultier

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
5 de mar de 2020

Jean-Paul Gaultier pode ter-se reformado das passerelles, mas a sua marca continua dinâmica. O estilista francês que resolveu pendurar a tesoura em janeiro deste ano, após 50 anos de carreira na moda, anunciou o seu novo projeto esta quarta-feira (4): A sua marca homónima, que pertence ao grupo Puig, convidará um estilista diferente em cada estação para criar uma coleção de alta costura.


Chitose Abe e Jean-Paul Gaultier - Gio Staiano


"Em cada estação, irei convidar um designer para reinterpretar os códigos da marca", anunciou Gaultier no seu Twitter, explicando que era esse o "novo conceito" de alta costura. Um sistema colaborativo rotativo que lembra as recentes iniciativas da Moncler e a sua antologia de criadores associados ao projeto “Genius”, ou também da Pucci, cuja primeira designer convidada, Christelle Kocher, apresentou recentemente a sua visão da venerável casa italiana.

Chitose Abe, da marca Sacai, que apresenta desfiles em Paris durante as semanas de prêt-à-porter, será a primeira designer convidada, disse Gaultier, publicando uma foto dele com a designer em Paris.

Especialista em moda experimental, a marca Sacai foi criada em 1999 por Chitose Abe, que fez a sua estreia com Rei Kawakubo e Junya Watanabe na marca Comme des Garçons. É conhecida por ter reinventado as malhas e pelo seu estilo urbano híbrido que justapõe volumes e materiais de maneiras inesperadas.

"Eu tenho uma admiração de longa data por Jean-Paul e pela sua visão única de feminilidade subversiva, bem como pela sua originalidade. Ambos estão próximos do meu coração desde o começo. É uma verdadeira honra ser a primeira designer convidada deste projeto emocionante e tornar-me numa guardiã do savoir-faire da empresa", disse Chitose Abe.

"A reinterpretação de uma marca de Alta-Costura por diferentes designers é uma ideia que tive nos anos 90 para uma casa parisiense, cuja posição de designer estava vaga", ​​explicou Jean-Paul Gaultier.

"Sinto-me feliz por o conceito estar a ganhar vida hoje para a Haute Couture Jean-Paul Gaultier, com Chitose Abe como primeira convidada. Admiro o seu trabalho. Temos muitos pontos criativos em comum e uma visão semelhante da moda. Deixo em aberto para interpretação”, disse o designer francês.

Jean-Paul Gaultier celebrou o final da sua carreira, que revolucionou os códigos do vestuário, com um desfile de moda de conto de fadas, no final de janeiro, durante a semana de alta costura em Paris.

Em 2011, vendeu a sua marca ao grupo catalão Puig e, em 2015, encerrou as coleções de prêt-à-porter.


Com informações da AFP

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.