Salvatore Ferragamo anuncia plano de sustentabilidade trienal com 6 objetivos

A marca italiana de luxo, Salvatore Ferragamo, traz a responsabilidade social e ambiental para o centro das estratégias de desenvolvimento e lança um plano de sustentabilidade que será implementado nos próximos três anos.


Artigo em couro da Salvatore Ferragamo (Florença)

A marca de moda de Florença identificou seis áreas de intervenção onde serão implementados objetivos específicos nperíodo de três anos: Pessoas; Made in Italy; Produto e relacionamento com fornecedores; Território; Cultura e Meio Ambiente.
 
Há vários anos, a marca de luxo embarcou no caminho da responsabilidade social corporativa, como evidenciado pela criação do Relatório Anual de Sustentabilidade 2017,  preparado com base nos Sustainable Development Goals (SDGs) (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), e promovido pelas Nações Unidas com o objetivo de minimizar os impactos no planeta.
 
Em termos de saúde e segurança dos colaboradores, a Ferragamo obteve a certificação OHSAS 18001 (Occupational Health and Safety Assessment Series) (Série de Avaliação de Segurança e Saúde Ocupacional) para todas as unidades industriais e lojas de Itália. 

"Os nossos funcionários são a própria essência da marca e por isso estamos comprometidos em aprimorar o seu profissionalismo e individualidade, oferecendo-lhes oportunidades de crescimento, bem-estar e respeito", disse o presidente da empresa, Ferruccio Ferragamo.
 
Mas, os projetos também visam a valorização do património cultural de Itália, através do financiamento da restauração de importantes obras de arte, como a Fonte de Neptuno na Piazza della Signoria, em Florença, e a promoção da experimentação de materiais sustentáveis.
 
À frente da proteção ambiental, no último ano, a marca histórica de calçado manteve investimentos significativos para reduzir o consumo e minimizar os impactos ambientais associados ao desempenho das atividades da empresa.
 
Um exemplo disso é o novo Centro Logístico, atualmente em construção, na sede de Osmannoro, em Florença: a estrutura foi projetada de acordo com padrões de eficiência que permitirão a obtenção da certificação LEED Platinum.
 
A rede de vendas da Ferragamo ostenta um reconhecimento semelhante: as lojas em Canton Road, Hong Kong e Troy, em Michigan, obtiveram as certificações LEED Gold e LEED Silver, respetivamente.
 
A economia circular é outro elemento-chave desta iniciativa: ao aderir à Aliança para a Economia Circular, o grupo empenha-se em prolongar o ciclo de vida dos produtos, investindo em qualidade e reduzindo o desperdício.
 
Por fim, o Made in Italy visa a proteção do know-how e do legado italiano através da celebração de uma supply chain de artesãos italianos especializados.
 

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - CalçadosLuxo - DiversosInovações
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER