×
302
Fashion Jobs
DIRETOR(A) INDUSTRIAL
Diretor(a) Industrial
Efetivo · MONACO-VILLE
GIANNI KAVANAGH
PR / Influencers Management
Efetivo · BRAGA
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services Bik - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Comprador de Vestuário (m/f)
Efetivo · Porto
CONFIDENCIAL
Country Manager Iberica Textile
Efetivo · PORTO
SALSA
Ecommerce Product Manager – Desenvolvimento do Negócio Digital da Marca
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
SPORT ZONE
Marketplace Business Developer (m/f)
Efetivo · Maia
SALSA
Ecommerce Product Specialist – Oportunidade de Especialização em Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sales Associate Part-Time - Centro Comercial The Style Outlets - Vila do Conde
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Gestor de Produto (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - General Admin - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
DAMA DE COPAS
Consultora de Lingerie
Efetivo · PORTO
THE KOOPLES
Sales Assistant 16h - Eci Lisbon
Efetivo · LISBOA
EMPRESA DE MODA NO SETOR DO LUXO
Vendedor/a de Loja de Gama Alta
Temporario · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Foz Plaza - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Figueira da Foz
COURIR PORTUGAL
Sales Assistant - Coimbra cc Forum Coimbra - CDI - Part-Time - 20h - m/h
Efetivo ·
COURIR PORTUGAL
Sales Assistant - Lisboa cc Chiado - CDI - Part-Time - 20h - m/h
Efetivo · LISBOA
Por
Reuters
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
27 de abr. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Salvatore Ferragamo e Amazon dizem que ajudaram China a apreender falsificações em Zheijang

Por
Reuters
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
27 de abr. de 2022

A Salvatore Ferragamo e a Amazon disseram, na terça-feira (26 de abril), que as autoridades chinesas apreenderam produtos contrafeitos na província de Zheijang, na sequência de uma investigação global em que o grupo de luxo e a retalhista online cooperaram.


Salvatore Ferragamo - primavera-verão 2022 - Womenswear - Milão - © PixelFormula


Funcionários chineses invadiram um armazém, apreendendo centenas de contrafações do icónico cinto Gancini da Ferragamo e fivelas, após a tentativa do produtor de as vender na Amazon como originais, disseram as duas empresas num comunicado conjunto.
 
O cinto é um dos acessórios mais conhecidos da Ferragamo – com a sua fivela com ajuste regulável utilizada pela marca como logótipo para muitos outros produtos – e é vendido por mais de 300 euros (320,61 dólares), também na luso-britânica Farfetch e alemã Mytheresa.

Em fevereiro de 2021, a Amazon e a Ferragamo instauraram conjuntamente dois processos nos EUA contra estes fabricantes que alegadamente tinham utilizado as marcas registadas da Ferragamo para enganar os clientes sobre a autenticidade dos produtos.
 
A Organization for Economic Cooperation and Development, estimou que o comércio mundial de produtos contrafeitos atingiu os 464 mil milhões de dólares (437,10 mil milhões de euros) em 2019 e disse que um boom no comércio eletrónico em 2020/2021 levou a um crescimento maciço no fornecimento de produtos contrafeitos online.
 
Os efeitos negativos das contrafações incluem êxitos nas vendas e na reputação das marcas, potenciais problemas de segurança de produtos não regulamentados e ligações entre a contrafação e atividade criminosa organizada, dizem os especialistas da indústria.
 
Em esforços mais amplos contra a contrafação, no ano passado a Ferragamo removeu mais de 22.000 produtos e perfis em plataformas de redes sociais e mais de 130.000 listas de produtos em lojas online.
 
A Amazon não permite que as contrafações sejam vendidas no seu website e, em 2020, investiu mais de 700 milhões de dólares para evitar que isto acontecesse. Criou também uma unidade denominada Counterfeit Crimes, que colabora com as autoridades.
 

© Thomson Reuters 2022 Todos os direitos reservados.