×
577
Fashion Jobs
VAVA EYEWEAR
Senior Marketing Manager
Efetivo · PORTO
LION OF PORCHES
Editor de Imagem (m/f)
Efetivo · PORTO
JD SPORT
Demand Planner (m/f)
Efetivo · Maia
ADIDAS
Manager Gbs Delivery Excellence - Resource Planning (M/F/D) -Porto/Herzo
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Services Specialist Gbs - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist - People Services - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Reporting & Analytics (M/F/D) - Direct to Consumer Ecommerce
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Gbs Business Analysis (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Gbs Delivery Excellence - Resource Planning (M/F/D) -Porto/Herzo 1
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - Mobility (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Gbs HR Services (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Marketplace Business Developer
Efetivo · Alicante
BIJOU BRIGITTE MODISCHE ACCESSOIRES AG
International Expansion Manager Spain/Portugal
Efetivo · LISBOA
TIFFOSI
Comprador Denim (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Consultant (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct-tO-Consumer Ecommerce (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services - German Speaker (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
UK HR Specialist (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Consultant - Sac/bW-Ip/Fico (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Buyer (m/f) - Non-Trade Procurement
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Apo/Ibp (Snp/Supply) Consultant (m/f)
Efetivo · Porto
Por
Jornal T
Publicado em
23 de mar. de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

SampLess, o novo centro de digitalização para a moda portuguesa

Por
Jornal T
Publicado em
23 de mar. de 2021

Chama-se sampLess, abriu portas no Porto no início deste ano, e é o primeiro centro de prototipagem digital vocacionado para o setor da moda e dos têxteis. O projeto, que já conquistou clientes como a Impetus, pretende revolucionar a forma como as têxteis portuguesas criam amostras, tornando o processo totalmente digital. Mais rápido e com menor desperdício, o que promete acelerar o desenvolvimento de novos produtos e acabar com os custos e o impacto ambiental de produzir e enviar amostras físicas.



O serviço da sampLess passa, assim, por tornar a moda e os têxteis portugueses mais digitais. O centro, que está otimizado para a prototipagem de vestuário, têxteis-lar, calçado e acessórios, conjuga três serviços: scanning, renderização e modelação 3D. “O processo é muito similar à produção física. O primeiro passo é a digitalização dos tecidos, ou seja, a conversão de uma amostra física numa amostra digital, através de scanning. Depois, a partir dos moldes de cada peça de vestuário, compomos o modelo 3D. Por fim aplicamos os materiais nesse modelo e renderizamos para obter o protótipo final”, explica Paulo Salgado, fundador da sampLess.

Este protótipo pode depois ser partilhado com a equipa comercial, com clientes ou com qualquer parceiro, tornando-se desnecessário estar a produzir amostras físicas e a enviá-las. “Para além de evitar o desperdício, este protótipo digital é depois costumizável, podemos mudar a cor ou o padrão, sem ter de produzir nada”, salienta o responsável do projeto. “Numa última fase, uma empresa pode até apresentar um produto sem o produzir. Imagine que vende uma peça em preto e quer testar se a venderia em vermelho, pode coloca-la no site, perceber o feedback dos clientes ou do público, e depois arrancar com a produção”, antevê o responsável do projeto.

A tecnologia já não é nova e ao longo dos últimos anos começou a ser integrada na indústria têxtil, mas o objetivo da sampLess é torna-la mais generalizada e acessível a empresas de qualquer dimensão. “A nossa missão é um pouco evangelizar este know-how em toda a indústria, porque as tecnologias atuais tornam-se por vezes demasiados pesadas para algumas empresas as internalizarem. Com este serviço, todos podem ir a jogo nesta nova vaga do digital fashion”, explica Paulo Salgado.

O centro, que começou a trabalhar no início deste ano, já foi responsável pela apresentação de algumas das peças da Impetus (modelo da imagem) na última ISPO Munich Online. No Reino Unido também já atraiu as atenções da marca Raeburn. Os clientes despertam para esta tecnologia, não só pela eficiência dos processos, mas também pela questão ambiental. “As marcas que assumem a sustentabilidade como um dos seus critérios estão mais conscientes desta tecnologia, porque se reduz muito o desperdício. Com esta tecnologia, podemos diminuir em 70% as amostras que são criadas, as quais muitas vezes acabam no lixo”, lembra o fundador da sampLess.

Para além dos serviços de digitalização, a sampLess está a introduzir também em Portugal a tecnologia norte-americana Swatchbook, uma biblioteca digital, que promete servir de marketplace para os produtores que já têm a prototipagem digital integrada. “Funciona como uma livraria, mas é totalmente dinâmica, permitindo a fornecedores e clientes começarem a testar materiais e construírem protótipos dentro da própria plataforma”, explica Paulo Salgado

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.