×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
3 de abr de 2019
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Scalpers vence Adidas em tribunal

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
3 de abr de 2019

A justiça espanhola ficou do lado das sapatilhas da Scalpers. A empresa sevilhana, processada por imitação pela alemã Adidas para que deixasse de vender uns sneakers ao estilo do modelo Stan Smith, venceu a batalha nos tribunais, segundo informações exclusivas às quais a FashionNetwork.com teve acesso. 


Modelo da sapatilha da Scalpers objeto da queixa da Adidas - Scalpers


A Adidas processou a firma sevilhana há cerca de dois anos, argumentando não apenas a "imitação desleal", mas exigindo a interrupção da comercialização do modelo e uma indemnização pelos danos sofridos.
 
De acordo com a sentença de 20 de dezembro de 2018 do Tribunal Comercial 8 de Madrid, as sapatilhas de estilo vintage da Scalpers não são uma "imitação desleal" das da Adidas. O juíz comercial argumentou que o emblemático modelo da marca alemã não goza de "singularidade competitiva", havendo no mercado inúmeras sapatilhas similares. Embora esta acusação tenha sido rejeitada, a decisão não é definitiva, uma vez que a Adidas recorreu da mesma. De acordo com as nossas fontes, a resolução não deverá implicar consequências económicas para a Adidas e estima-se que não haverá sentença de recurso nos próximo dois anos, aproximadamente.

O grupo sevilhano, liderado por Alfonso Vivancos e Borja Vázquez, ampliou o seu portefólio e a sua gama de produtos através de aquisições nos últimos meses. Assim, em fevereiro passado, a empresa adquiriu uma participação minoritária na startup Mim Shoes. Pouco tempo antes, em outubro de 2018, a Scalpers adquiriu uma participação maioritária na empresa do designer espanhol Jorge Vázquez. Além disso, o grupo entrou nos acionistas da Victoria, a marca da designer e celebridade Vicky Martín Berrocal.

Em 2017, o volume de negócios da marca aumentou para 42,5 milhões de euros. A marca espera fechar 2018 com um crescimento de 50% nas suas vendas, para 64 milhões de euros. Fundada em 2007, a Scalpers conta atualmente com mais de 500 funcionários e cerca de 190 pontos de venda em 11 mercados, como Espanha, França, Reino Unido, Portugal, Bélgica, Holanda ou Qatar, entre outros.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.