×
384
Fashion Jobs
ZIPPY
E-Commerce Business Technician (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
Sales Associate Centro Comercial Norteshopping
Efetivo - CLT · Porto
SALSA
IT Sap Specialist fi/co e HR
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Gbs Senior Buying Specialist (m/ f) - French Speaker
Efetivo - CLT · Porto
ADIDAS
General Ledger Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
H&M
Senior Lawyer - Expansion Department
Efetivo - CLT · Barcelone
CLAUDIE PIERLOT
Vendedor(a) - 30h - CDD 3 Meses - Eci Porto H/F
Trainee · PORTO
TOMMY HILFIGER (RETAIL)
Sales Consultant / Vendedor(a) Tommy Hilfiger 40h - Lisboa - Temporário (1 Mês)
Trabalho temporário · LISBOA
TOMMY HILFIGER (RETAIL)
Store Manager Tommy Hilfiger 40h - Lisboa
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Vendedores de Loja Part-Time - Espaço Guimarães (m/f)
Efetivo - CLT · Guimarães
H&M
Fashion or Print Design Student Placement Summer 2020
Efetivo - CLT · Stockholm
MO
mo - Sales Assistant - Sesimbra
Efetivo - CLT · Sesimbra
MO
mo - Sales Assistant - Mafra
Efetivo - CLT · Mafra
MO
mo - Sales Assistant - Arrábida Shopping
Efetivo - CLT · Greeley
ZIPPY
Zippy - Sales Assistant - Spacio Olivais
Efetivo - CLT · Lisboa
MO
mo - Sales Assistant - Pinhal Novo
Efetivo - CLT · Pinhal Novo
ZIPPY
Zippy - Sales Assistant - Paços de Ferreira (Ferrara Plaza)
Efetivo - CLT · Paços de Ferreira
MO
mo - Sales Assistant - Alverca
Efetivo - CLT · Alverca do Ribatejo
MO
mo - Sales Assistant - Setúbal
Efetivo - CLT · Setúbal
MO
mo - Sales Assistant - Beja Retail
Efetivo - CLT · Beja
ZIPPY
Zippy - Sales Assistant - Reforço de Natal - Fórum Montijo
Efetivo - CLT · Montijo
ZIPPY
Zippy_Store Manager_Alfragide
Efetivo - CLT · Amadora

Sears: presidente faz oferta para salvar marca

Por
Reuters API
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 2 de jan de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

O presidente do grupo de distribuição americano insolvente Sears Holdings apresentou uma oferta de aquisição de 4,4 mil milhões de dólares (3,8 mil milhões de euros), anunciou na sexta-feira um porta-voz. A oferta de compra do multimilionário Eddie Lampert depende de um financiamento de 1,3 mil milhões de dólares proveniente de três bancos, avançou um porta-voz do seu fundo especulativo ESL Investments. O negócio permitiria preservar aproximadamente 425 lojas que a Sears ainda não encerrou e garantir quase 50 mil empregos entre 68 mil.


Foto tirada a 15 de outubro de 2018 - REUTERS/Lucy Nicholson


Na prática, foi um fundo ligado ao ESL, o Transform Holdco, que apresentou a oferta, declarou o porta-voz. Segundo pessoas próximas ao processo, o financiamento vem de dois bancos da Sears, o Bank of America e o Citigroup, além do Royal Bank of Canada. Juntos, estes bancos concordaram fornecer um crédito de 950 milhões de dólares em ativos e um crédito rotativo de 350 milhões de dólares.

Parte da oferta de Eddie Lampert assenta numa dívida da Sears no valor de 1,8 mil milhões de dólares detida pelo ESL e que o fundo planeia anular, segundo foi indicado.

A oferta inclui também um financiamento de 400 milhões de dólares de instituições não bancárias.

Criada há 125 anos, a Sears entrou com um pedido de falência a 15 de outubro. O seu plano de reestruturação prevê a venda de 500 lojas e subsidiárias, incluindo Kenmore, DieHard e o negócio de entregas ao domicílio.

A oferta de Eddie Lampert, apresentada através do ESL, propõe a recompra de toda a empresa. As únicas outras ofertas recebidas pela Sears foram feita por pretendentes interessados em partes do grupo e liquidatários.

Após ter sido inovadora na década de 1880, a Sears perdeu gradualmente terreno para concorrentes como a Wal-Mart ou a Target.

Eddie Lampert, que, através do ESL, é o maior acionista e credor da Sears, criou a Sears Holdings em 2005, adquirindo o grupo Sears, Roebuck e fundindo-o com a cadeia de descontos Kmart, que também relançou. Eddie Lampert havia prometido fazer a Sears regressar aos seus tempos de glória, quando era proprietária da Sears Tower, em Chicago, então o edifício mais alto do mundo, de uma estação de rádio e de uma companhia de seguros.

Mas, a empresa deixou de produzir lucro em 2011 e, gradualmente, começou a vender ativos, como a lendária marca Craftsman e muitas das suas propriedades. Nos documentos apresentados no pedido de falência, a Sears Holdings declarou ativos de 6,9 mil milhões e um passivo de 11,3 mil milhões de dólares. 

© Thomson Reuters 2019 All rights reserved.