Showroomprive aumenta em 26,6% suas vendas em 2015

O portal de vendas em linha Showroomprive aumentou suas vendas líquidas em 26,6% em 2015, ascendendo aos 442,8 milhões de euros, segundo informou a empresa num comunicado.

Eric Piermont/AFP

A companhia elevou o resultado bruto de exploração (Ebitda) em 52,7%, o qual chegou a 23,7 milhões de euros, face aos 15,5 milhões de euros registados em 2014.
 
Entre os marcos de 2015, destaca-se que a plataforma, para reforçar suas operações e dar suporte ao crescimento com experiência no número de encomendas e de compradores, abriu um terceiro centro de produção em Roubaix (França) e realizou sua IPO em Paris no passado 30 de outubro.
 
A plataforma, que está presente em 9 países, dá continuidade ao seu desenvolvimento nos mercados europeus, onde vê um espaço considerável para crescimento e desenvolvimento para o setor de 'e-commerce'.
 
Showroomprive explicou que está a entrar numa nova fase de desenvolvimento internacional com a implementação de uma estratégia multilocal. Assim, a empresa mantém seu objetivo de gerar quase 25% da sua faturação nos mercados internacionais fora de França em 2018.
 
Os cofundadores e co-CEOs do Showroomprive, Thierry Petit e David Dayan, salientaram que 2015 foi um "um ano recorde" para a plataforma com um crescimento muito forte. "Nossas vendas cresceram o dobro em relação às experimentadas pelo setor do 'e-commerce' no mercado francês", apontaram.
 
Por outro lado, a companhia aposta na continuidade do crescimento em 2016, melhorando continuamente a sua oferta comercial, a experiência do cliente e a qualidade dos serviços oferecidos em seu sítio, para responder da maneira mais proativa e certeira às expetativas da digital 'woman'.
 
Assim, com a aplicação das novas estratégias de crescimento, a plataforma estima vendas entre 525 e 555 milhões de euros em 2016, para alcançar 750 milhões de euros em 2018.

Copyright © 2018 Europa Press. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos aqui apresentados sem o prévio e expresso consentimento.

Distribuição
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER