×
358
Fashion Jobs
MINGA LONDON
Ecommerce Manager
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
MINGA LONDON
Head of Creative Content / Art Director
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
SALSA
IT Retail Systems Specialist – Oportunidade de Suporte e Participação em Projetos de IT
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
GIANNI KAVANAGH
Marketing Director
Efetivo - CLT · BRAGA
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
EL CORTE INGLÉS, GRANDES ARMAZÉNS SA
Vendedores de Moda
Efetivo - CLT · LISBOA
RE/MAX COLLECTION, MAXGROUP
Profissional do Setor de Moda (m/f) Com Vertente Comercial
Estágio · LISBOA
BROWNIE
Sales Advisor
Efetivo - CLT · PORTO
BROWNIE
Sales Advisor
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - 8ª Avenida - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · São João da Madeira
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Parque Atlântico - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Ponta Delgada
CONFIDENCIAL
Engenheiro(a) de Qualidade Têxtil - Vestuário
Efetivo - CLT · PORTO
SANDRO PORTUGAL
Concession Manager - Lisboa el Corte Ingles h/m
Efetivo - CLT · LISBOA
LION OF PORCHES
Técnico(a) de Qualidade
Efetivo - CLT · VILA DO CONDE
RALPH LAUREN
Sales Associate (Vendedor Loja)
Efetivo - CLT · Alcochete
SANDRO PORTUGAL
16 Hours Sales Assistant Lisbon h/m
Trainee · LISBOA
MINGA LONDON
Stylist
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
30 de abr de 2021
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

ShowroomPrivé regista aumento de 51% no primeiro trimestre

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
30 de abr de 2021

O portal de vendas ShowroomPrivé indica ter gerado um volume de negócios líquido de 178,4 milhões de euros no primeiro trimestre, encerrado no final de março. Um aumento de 51% em relação aos primeiros três meses de 2020, que ofereceu uma base de comparação favorável devido à reorganização estratégica em curso na altura.


Coleção IRL - ShowroomPrivé


As vendas online em França geraram 147 milhões de euros no trimestre. Uma subida de 51,8% que pode ser explicada nomeadamente pelo desenvolvimento da SRP Media, bem como pela implementação do novo marketplace do portal, destinado a funcionar como motor de crescimento. As vendas online internacionais geraram 29,5 milhões de euros, uma progressão de 64,1%, especialmente graças aos bons resultados da Saldi Privati.
 
O portal indica que neste início de ano continuou a transição do seu modelo para o dropshipping, que permite enviar os pedidos diretamente a partir dos stocks das marcas parceiras. Uma atividade que representou 25% das vendas no trimestre, uma progressão de 4 pontos. Mas, a empresa continua a aproveitar oportunidades pontuais em termos de compras de stocks de marcas, sublinham os cofundadores Thierry Petit e David Dayan, que se congratulam por um início de ano promissor.

Sobre os resultados, a dupla indica: “Embora neste trimestre tenhamos beneficiado de uma base de comparação favorável, continuamos a capitalizar o intenso trabalho realizado nos últimos meses, que nos permitiu enriquecer a nossa oferta com marcas premium e atender plenamente às expectativas da nossa base de compradores, que continua a crescer. Estamos efetivamente a atrair muitos novos membros, mais de 620 mil neste primeiro trimestre, com uma transformação particularmente elevada num contexto ainda favorável. Estamos a conquistar participação de mercado e todos os indicadores operacionais estão no verde, inclusive em termos de rentabilidade, já que o nível de atividade registado permitiu, nomeadamente, uma absorção muito boa dos custos fixos neste primeiro trimestre. A ShowroomPrivé deverá continuar a colher os frutos da sua otimização operacional e a consolidar a sua trajetória de crescimento rentável.”
 
O portal registou no trimestre uma cesta de compras média de 44,7 euros, uma progressão de 13,9%, enquanto o número médio de compras por comprador passou de 2,2 para 2,4%. O número de pedidos acabou por crescer 35,8%, chegando a 3,6 milhões.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.