×
302
Fashion Jobs
GIANNI KAVANAGH
PR / Influencers Management
Efetivo · BRAGA
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services Bik - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Comprador de Vestuário (m/f)
Efetivo · Porto
CONFIDENCIAL
Country Manager Iberica Textile
Efetivo · PORTO
SALSA
Ecommerce Product Manager – Desenvolvimento do Negócio Digital da Marca
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
SPORT ZONE
Marketplace Business Developer (m/f)
Efetivo · Maia
FOREO
Business Development Specialist
Efetivo · Lisbon
SALSA
Ecommerce Product Specialist – Oportunidade de Especialização em Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sales Associate Part-Time - Centro Comercial The Style Outlets - Vila do Conde
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Gestor de Produto (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - General Admin - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
PEPE JEANS (RETAIL)
Vendedor / Vendedora - Coimbra
Efetivo · COIMBRA
COURIR PORTUGAL
Sales Assistant - Lisboa - CDI - Part-Time - 30h - m/h
Efetivo · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Madeira Shopping - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Funchal
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Funchal Rua - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Funchal
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Alma Shopping - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Coimbra
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Vendedor(a) - CDD 15h - 6 Meces - Porto Norte H/F
Temporario · SENHORA DA HORA
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
14 de jun. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Swarovski nomeia Alexis Nasard como diretor geral

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
14 de jun. de 2022

Pela primeira vez ao longo de uma história de 127 anos, a Swarovski já não tem um membro da família fundadora no topo da sua equipa de gestão. O grupo austríaco nomeou Alexis Nasard como CEO e substitui Michel Molon, que tem atuado como CEO interino desde outubro passado.


Alexis Nasard - Swarovski


Robert Buchbauer, o CEO do grupo, e Mathias Margreiter, o seu CFO, ambos membros do clã Swarovski, já tinham anunciado as suas demissões em outubro. A empresa surpreendeu toda a gente ao anunciar que seria a primeira vez que procuraria um líder fora da família. Michel Molon, que esteve no comando durante nove meses, assumirá agora o papel recentemente criado de diretor comercial do grupo.
 
Alexis Nasard, um consultor empresarial sénior da McKinsey & Company, está a assumir a direção da Swarovski, com experiência adquirida de 1992 a 2009 na gestão geral da Procter & Gamble, e de 2016 a 2021 como CEO da Bata. É membro da direção da Salvatore Ferragamo e da agência criativa BBH, e foi CEO da Kantar de dezembro de 2020 a junho de 2021, bem como presidente do grupo Heineken para a Europa Ocidental.

"Com a nomeação do primeiro CEO externo da Swarovski, estamos a dar um passo importante para uma governação sustentável", segundo considera o presidente do conselho de administração, Luís Delgado. "Com Alexis Nasard como nosso novo CEO, estamos muito satisfeitos por termos sido capazes de selecionar uma personalidade altamente experiente e transformadora, capaz de liderar a Swarovski na afirmação do seu icónico património de luxo, bem como através da sua transformação comercial", acrescenta.
 
Alexis Nasard, que assume o seu cargo a 4 de julho, abordou a sua intenção de elevar a marca, e de elevar o seu perfil: "A Swarovski fascina-me como uma marca de luxo, um ícone cultural com um modelo de negócio totalmente integrado, com o seu posicionamento único no mundo da joalharia, design, moda, palco e ecrã", diz, acrescentando que "estou desejoso por trabalhar com os meus novos colegas de todo o mundo e de estabelecer uma parceria com Giovanna Engelbert, a diretora criativa, para implementar o plano de transformação".
 
Por detrás do entusiasmo, esta transição de um negócio familiar para uma empresa puramente familiar surge num momento difícil para o grupo. No auge da crise sanitária, a Swarovski fechou 3.000 das suas 9.000 lojas em todo o mundo e cortou mais de 1.000 postos de trabalho na sua sede em Wattens.
 
Fundada em 1895 por Daniel Swarovski, o inventor de uma máquina que transforma vidro num pastiche de diamantes, a empresa anunciou a 8 de março a suspensão da sua atividade na Rússia, em resposta à invasão ilegal da Ucrânia.
 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.