Talento português reconhecido no OpenMyMed Prize

No ano em que celebra o seu 30º aniversário, a organização francesa Maison Mode  Méditerranée (MMM) optou por substituir a habitual candidatura ao prémio OpenMyMed por uma edição especial que “resgata” 30 dos 104 talentos reconhecidos pela competição ao longo dos últimos 10 anos. Entre estes, estão os criadores portugueses Susana Bettencourt e Luís Carvalho, que estiveram entre os vencedores das edições de 2017 e 2018, respetivamente. Aos dois criadores portugueses junta-se ainda o espanhol David Catalàn (um dos vencedores da edição de 2015), que reside no Porto e tem feito a sua carreira em Portugal.


A criadora portuguesa Susana Bettencourt, uma das vencedoras do OpenMyMed em 2017, foi uma das 30 selecionadas para a edição especial do prémio em 2019

O grupo de 30 jovens designers, que foi escolhido por um júri internacional, conta ainda com Anaïs Guéry (França), Amine Bendriouich (Marrocos), Anissa Meddeb (Tunísia), Caroline Perdrix & Alexia Tronel - Atelier Bartavelle (França), Eliran Nargassi (Israel), Bérengère Perret (França), Nir Goeta & Rotem Mitz-Goeta (Israel), Naouel Bekkaie (França), Alix de Moussac & Aurélie Grandemenge - La Nouvelle (França), Lara Khoury (Líbano), Ylan & Davy Dahan (França), Laetitia Guérini (França), Louis-Gabriel Nouchi (França), Léa Branger (França), Noëlle Praticci-Roux (França), Jina Luciani (França), Mounaz & Aya Abdel Raouf - Okhtein (Egito), Paolo Errico (Itália), Petja Zorec (Eslovénia), Rula Galayini (Líbano), Sara Melki (Líbano), Sarah Hermez, Tracy Moussi & George Rouhana - Second St. (Líbano), Marie-Laure Rocca Serra - Senzou (França), Gokay Gundogdu (Turquia), Noy Goz, Noa Gur & Dafna Rubin - Tres (Israel), Victoria Sanguinetti - Van Palma (França) e Zineb Britel & Laura Pujol (Marrocos).
 
Organizado desde 2010 pela MMM, uma incubadora da indústria internacional da moda, fundada em Marselha, França, em 1988, o prémio OpenMyMed pretende reconhecer o talento de criadores oriundos de países do Mediterrâneo. Todos os anos, os designers vencedores participam no Fashion Booster Campus, um programa de tutoria que decorre durante cinco dias em Marselha e permite que os criadores se dediquem a três eixos essenciais para as marcas de moda emergentes: marketing, comercialização e comunicação.

Luís Carvalho, um dos laureados portugueses da edição 2019 do prémio OpenMyMed, nas instalações da empresa de bordados industriais Tajima Europe, uma das parceiras da competição - Fotografia: Facebook Maison Méditerranéenne des Métiers de la Mode

Foi no âmbito deste programa que Luís Carvalho, um dos vencedores da edição 2018 do OpenMyMed, visitou na quinta-feira (24) as instalações da Tajima Europe, empresa líder em bordados industriais e um dos parceiros da competição, com a qual terá oportunidade de criar em parceria um peça de moda.
 
Nesta edição especial de aniversário, uma vez que já passaram pelo programa de tutoria, será dada ao 30 designers a oportunidade de estarem presentes numa exposição a decorrer entre maio e outubro e num desfile de moda que deverá acontecer a 28 de junho.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirCriação
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER