×
357
Fashion Jobs
MINGA LONDON
Ecommerce Manager
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
MINGA LONDON
Head of Creative Content / Art Director
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
SALSA
IT Retail Systems Specialist – Oportunidade de Suporte e Participação em Projetos de IT
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
GIANNI KAVANAGH
Marketing Director
Efetivo - CLT · BRAGA
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
SHON MOTT
Sales Assistant
Efetivo - CLT · LISBOA
EL CORTE INGLÉS, GRANDES ARMAZÉNS SA
Vendedores de Moda
Efetivo - CLT · LISBOA
RE/MAX COLLECTION, MAXGROUP
Profissional do Setor de Moda (m/f) Com Vertente Comercial
Estágio · LISBOA
BROWNIE
Sales Advisor
Efetivo - CLT · PORTO
BROWNIE
Sales Advisor
Efetivo - CLT · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - 8ª Avenida - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · São João da Madeira
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Parque Atlântico - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Ponta Delgada
CONFIDENCIAL
Engenheiro(a) de Qualidade Têxtil - Vestuário
Efetivo - CLT · PORTO
SANDRO PORTUGAL
Concession Manager - Lisboa el Corte Ingles h/m
Efetivo - CLT · LISBOA
LION OF PORCHES
Técnico(a) de Qualidade
Efetivo - CLT · VILA DO CONDE
RALPH LAUREN
Sales Associate (Vendedor Loja)
Efetivo - CLT · Alcochete
SANDRO PORTUGAL
16 Hours Sales Assistant Lisbon h/m
Trainee · LISBOA
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
25 de jun de 2020
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Tendam regista lucro estável com volume de negócios de 1187,3 milhões de euros

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
25 de jun de 2020

O grupo espanhol mantém o ritmo. Entre 1 de março de 2019 e 29 de fevereiro de 2020, o conglomerado espanhol da moda alcançou um volume de negócios de 1.187,3 milhões de euros, mais 3,2% do que os 1.150,8 milhões de euros registados no ano anterior. As vendas comparáveis de todas as suas marcas aumentaram, com um crescimento progressivo ao longo do ano e um bom desempenho no quarto trimestre, quando o volume de negócios aumentou 6,4% (e 5% em áreas comparáveis).

"Estamos satisfeitos com o desempenho do nosso grupo em 2019. A Tendam conseguiu um elevado crescimento do negócio online, com o qual mais do que duplicámos a nossa rentabilidade marginal, vendas positivas like-for-like em cada uma das marcas e constantes melhorias no tráfego nas lojas físicas", disse Jaume Miquel, presidente e CEO da empresa, através de uma declaração enviada quinta-feira (25 de junho). O crescimento do volume de negócios global foi acompanhado por um aumento de 28% nas vendas online (+30,5% no quarto trimestre), o que significa que este canal representa agora 10% do seu volume de negócios em Espanha.


Tienda de Pedro del Hierro en la madrileña calle SerranoLoja madrilenade Pedro del Hierro,na Calle Serrano - Tendam


A empresa pretende também triplicar o negócio digital, que está "estreitamente ligado ao crescimento dos seus clubes de fidelidade", que contam atualmente com mais de 26 milhões de membros. "Os excelentes resultados do nosso negócio online são o fruto do nosso ecossistema particular: Marcas poderosas e líderes no seu segmento, gestão avançada da nossa base de membros, investimento constante em digital e uma rede flexível e capilar de lojas totalmente ligadas ao mundo digital", detalhou o chefe do grupo, que inclui as marcas Cortefiel, Fifty, Intropia, Pedro del Hierro, Springfield e Women'secrete.

Pela sua parte, a margem bruta aumentou 0,2 pontos percentuais para 62%. Antes do impacto da regulamentação do leasing IFRS16, o EBITDA recorrente era de 162 milhões de euros, o que contrasta ligeiramente com os 161,7 milhões de euros obtidos no ano fiscal de 2018. O lucro antes de impostos do IFRS16 aumentou em 0,5% para 81,2 milhões de euros. Após a aplicação dos regulamentos, o EBITDA recorrente foi de 297 milhões de euros.

Como indicado pela empresa nos seus resultados financeiros, a Tendam encerrou 2019 "com a melhor posição financeira dos últimos 15 anos", com uma melhoria no fluxo de caixa livre no final do ano para 83,1 milhões de euros. Por sua vez, a dívida líquida foi de 430,6 milhões de euros, o que representa um rácio de dívida de 2,7 vezes EBITDA, comparado com 2,8 vezes EBITDA no ano anterior.


Último desfile em Madrid de Pedro Del Hierro,com a apresentação dacoleção outono-inverno 2020


O grupo após o coronavírus COVID-19

O grupo, que está presente em mais de 80 países através de 2.000 pontos de venda (incluindo as suas próprias lojas e franquias), anunciou uma ERTE ao seu escritório e pessoal de loja no início do encerramento obrigatório de lojas, devido à crise da COVID-19. A empresa, que complementou 100% do salário dos seus empregados afectados, durante os meses do estado de alarme, no início de maio, assinou um financiamento de 132,5 milhões de euros com garantias geridas pelo Instituto de Crédito Oficial (ICO) para reforçar a sua liquidez. Em termos de previsões, o grupo estima que o sector não voltará à situação de pré-coronavírus até 2022, ao mesmo tempo que contempla uma queda nas vendas entre 25% e 35% no atual exercício financeiro.

"Acreditamos firmemente que a Tendam está numa excelente posição para liderar um futuro, no qual haverá cinco elementos principais: O crescimento exponencial do digital, a emergência de um consumidor mais responsável, a ascensão de uma moda mais intemporal, mas com mais valor acrescentado, a necessidade de incorporar o conceito de sustentabilidade em todas as facetas das nossas vidas e um papel mais ativo da empresa para contribuir para uma sociedade melhor", concluiu o presidente e CEO da empresa.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.