×

Tendências primavera-verão 2020: o que reter dos desfiles masculinos?

Publicado em
today 26 de jun de 2019
Tempo de leitura
access_time 5 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

As coleções de moda masculina para a primavera-verão de 2020, que acabam de ser apresentadas de 8 a 23 de junho em Londres, Florença, Milão e Paris, confirmaram o regresso de um guarda-roupa clássico e do tailoring, mas revisitado num espírito mais livre e descontraído, promovendo um estilo sem entraves, literal e figurativamente. A outra grande tendência que emerge das fashion weeks é uma moda pensada cada vez mais para o calor, como assim o exige a mudança climática. Focámo-nos em dez grandes tendências para o homem sob temperaturas elevadas.
 
1) Fato sem camisa


Givenchy, primavera-verão 2020 - © PixelFormula


O fato continua a ser a peça forte do guarda-roupa masculino. Em particular, o fato aos quadrados, do qual todos os homens devem ter um exemplar. Mas, para o verão de 2020, este é vivido de maneira mais livre, com cortes desestruturados, e confecionado em tecidos leves, nomeadamente em nylon. Os designers propõem-no em monoblocos de cores saturadas (vermelho, azul elétrico, rosa, etc.) ou em tons de água desbotados (verde muito claro quase gelo ou azul). A grande moda é usá-lo sem camisa, embora alguns viciados em streetwear não consigam evitar usar uma sweat com capuz por baixo do seu casaco.

2) A gravata 


Acne Studios, primavera-verão2020 - © PixelFormula


Em linha com o regresso em força de um guarda-roupa mais clássico, a gravata torna-se o acessório incontornável do próximo verão. É usada de maneira mais descontraída, totalmente desatada como uma écharpe, torcida ou em materiais e padrões inesperados, como o plástico transparente na Acne Studios.

3) Camuflagem militar


Marni, primavera-verão2020 - © PixelFormula


O homem está na defensiva ou deverá preparar-se para futuros conflitos? A tendência militar, que está em ascensão há várias temporadas, regressa em força para o verão de 2020 através de inúmeras peças em lona caqui, mas também através de casacos de oficial com botões dourados. Em particular, com os estampados ou texturas de camuflagem que inspiraram muitos designers. Camuflagens muitas vezes reinterpretadas em modo arty ou bucólico, jogando com a mistura de flores e folhagem.
 
4) Tie and dye revisitado


A-Cold-Wall,primavera-verão 2020 - © PixelFormula


Neste espírito de fluidez que caracteriza todas as coleções, o tingimento tie dye apareceu nas últimas temporadas e está cada vez mais em voga, em linha com a paleta deslavada e o estilo de roupa flutuante. Mas, trata-se de um tie and dye revisitado. Já não é tão marcado com o espírito boémio dos anos 1970, estando sim em linha com a tendência da camuflagem e das cores inconstantes que caracterizam as coleções masculinas nesta temporada. Esta técnica de tingimento também é proposta noutros tecidos, além dos habituais seda ou algodão.
 
5) O vestido


Craig Green, primavera-verão2020 - © PixelFormula


Já o tínhamos visto dar um ar da sua graça aqui e ali nas últimas temporadas. Agora, o vestido faz a sua grande entrada no vestuário dos homens. É proposto em modo soft na forma de uma túnica que escorrega sobre um par de calças. Mas, com a ajuda do calor, o homem usa-o cada vez mais tal como ele é, sem grande embaraço. Djellaba, vestido-camisa ou mesmo polo maxi como na Vetements, é completamente normalizado pelo fenómeno unissexo, muito em voga nos últimos dois anos.
 
6) pochette usada a tiracolo


Valentino,primavera-verão2020 - © PixelFormula


Privilegiando as roupas confortáveis para se manter livre nos seus movimentos, o homem não suporta qualquer restrição: caixa de óculos, porta-moedas, micro-bolsa e carteira são agora usadas penduradas a tiracolo, na diagonal sobre o corpo ou no final uma corrente pendurada ao pescoço. A bolsa-banana continua a impor-se, assumindo esta temporada proporções extra-grandes. Quanto à pochette usada a tiracolo, esta combina naturalmente com a camisa ou o casaco em modelos particularmente bonitos da Valentino ou da MSGM.

7) Calças em nylon


Vetements, primavera-verão 2020 - © PixelFormula


O verão de 2020 anuncia-se muito quente e as peças em tecidos técnicos ultra-leves multiplicam-se. O corta-vento é omnipresente. No seu desejo de liberdade e fuga, o homem gosta de o usar em todas as circunstâncias, flutuando em torno do seu corpo como um para-quedas ou uma vela. Agora, outras peças são declinadas em nylons coloridos, por vezes transparente e cada vez mais aéreas: casacos, camisas, calções e, especialmente, calças em nylon, vistas em todo o lado, disponíveis também em versão "sobre-calças."

8) Selva e exotismo


Dries Van Noten, primavera-verão 2020 - © PixelFormula


As vagas de calor também chegam aos estampados, com saudades de terras distantes, entre flores muitas vezes inspiradas no Oriente e animais selvagens saídos diretamente da savana ou da selva. O tema do leopardo está absolutamente em todo o lado, alternando por vezes com padrões de zebra ou tigre. Assim como as flores em cores cintilantes e quentes, bem como as palmeiras e outras plantas exóticas. Os designers misturam estas diferentes influências, às vezes com uma veia artística, com grandes pinceladas sobre os tecidos.

9) A malha perfurada 


Fendi, primavera-verão 2020 - © PixelFormula

 
A malha será obrigatoriamente pontilhada ou decorada com buracos no próximo verão. É verdade que se anunciam temperaturas elevadas, mas a malha perfurada também confere um elemento sexy e sensual ao guarda-roupa masculino.

10) Nunca sem a minha toalha de banho


Lanvin,primavera-verão2020 - © PixelFormula


Sinal dos tempos e do calor tórrido que se deverá abater sobre o planeta dentro de poucos anos, o guarda-roupa de verão masculino concentra-se cada vez mais em roupas leves ou quase desnudas. Como muitas silhuetas vistas com o tronco nu na passarela e a infinidade de calções de banho e roupa interior. Neste espírito, a toalha torna-se um acessório central, transformando-se voluntariamente em tanga ou páreo em torno da cintura (Dolce & Gabbana, Ludovic de Saint Sernin). Na Pal Zileri, a toalha substitui as calças, à noite, sob um casaco de seda branca adamascada. Na Lanvin, transforma-se num vestido.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.