×
371
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

The Body Shop reafirma o seu compromisso ecológico e ético

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
today 15 de mai de 2019
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Usar embalagens 100% recicladas ou reutilizadas até 2030, esta é a meta apresentada pela The Body Shop em Londres, o seu mercado doméstico, a 9 de maio. "Recuperar. Reciclar. Repetir" é um extenso programa para reduzir a sua produção de resíduos plásticos.


A The Body Shop uniu forças com a Plastics for Change, na Índia, para ajudar a despoluir o país e permitir que coletores de lixo ganhem um salário digno - The Body Shop


Desde A sua criação por Anita Roddick em Brighton em 1976, a The Body Shop sempre uniu beleza com compromisso. Seja em comércio justo ou na proibição de testes em animais, a marca britânica tem sido há muito tempo pioneira num setor de cosméticos ainda relutante em colocar os valores ambientais e éticos no centro da sua estratégia.

Na última década, o mercado mudou e a The Body Shop enfrentou dificuldades para encontrar o seu lugar no amplo portefólio de marcas do grupo L'Oréal, que depois de onze anos como seu proprietário finalmente a vendeu ao grupo brasileiro Natura & Co em 2017. Sob o seu novo proprietário, a The Body Shop está a renovar-se com fortes compromissos.

O novo programa lançado pela The Body Shop é baseado em três pilares. O primeiro, numa aliança com a startup Plastics for Change na Índia, onde a empresa está empenhada em comprar 250 toneladas de plástico reciclado para o fabrico dos seus produtos para o cabelo. A longo prazo, o programa deve alcançar 900 toneladas de resíduos plásticos por ano e permitir que 2.500 pessoas que recolhem resíduos recebam uma renda estável.

Em França, Alemanha, Reino Unido, Canadá e Austrália, a The Body Shop também é parceira da Terracycle, empresa especializada em recolha, triagem e tratamento de resíduos. A marca agora permite que os seus clientes levem potes, tubos e outras embalagens vazias às lojas e recompensa-os com um voucher. Por fim, a marca participa na The Loop, uma plataforma de e-commerce que visa reduzir o uso de embalagens descartáveis, nas quais oferece o seu produto mais vendido, o óleo de tea tree.
 
Em plena transformação graças à Natura & Co, a The Body Shop anunciou que registou um aumento de 17,7% na receita em 2018.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.