Thomas Meyer adquire os 10% da Desigual detidos pela Eurazeo

O fundador e CEO da Desigual recomprou os 10% do capital da empresa, adquiridos pela Eurazeo em 2014. O empresário suíço é, a partir de agora, o único proprietário da empresa.


Instagram @desigual

Após uma colaboração de quatro anos, ambos os parceiros concordaram que "dada a situação do mercado, é a melhor opção para a Desigual", afirma a marca num comunicado. O montante da transação não foi divulgado.

Em 2015, um ano após a chegada do fundo francês aos acionistas da Desigual, a empresa de Thomas Meyer enfrentou um plano de transformação e reestruturação com vista a 2020. Desde então, a Desigual reviu o seu produto, propôs uma nova imagem e ajustou a sua rede de distribuição, que até então havia experimentado uma explosão internacional, baseada na abertura de megastores em locais estratégicos. Como parte dessa renovação, a empresa reduziu a sua presença para as atuais 500 lojas em até 100 países.

No primeiro semestre do ano, a Desigual atingiu um volume de negócios de 323 milhões de euros, o que representa um decréscimo de 14,5% face ao período homólogo de 2017. Desde a chegada da Eurazeo ao seu capital, a empresa contraiu progressivamente as suas vendas. Resultados que não parecem assustar o empresário Thomas Meyer, que agora enfrenta esta aventura sozinho.

Traduzido por Isabel Pimentel

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER