×
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
30 de abr. de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Tiffany lança anéis de noivado cravejados de diamante para homens

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
30 de abr. de 2021

A Tiffany & Co. – icónica joalheira norte-americana, com sede em Nova Iorque, que foi fundada em 1837 por Charles Lewis Tiffany e Teddy Young como Tiffany, Young e Ellis – está a expandir a oferta dos seus famosos anéis de noivado cravejados de diamante, com o lançamento em maio da primeira coleção para noivos concebida especificamente para homens.


Anéis de noivado cravejados de diamante da coleção masculina para noivos prestes a ser lançada pela Tiffany - Photo: Tiffany & Co.


Desde o seu lançamento em 1886, o anel de diamante Tiffany Setting solitaire tornou-se um dos favoritos entre as alianças de casamento e os anéis de noivado, que tradicionalmente só são dados a mulheres. Agora, com a revelação do Charles Tiffany Setting – introduzido pelo fundador da marca que lhe dá o nome – a empresa joalheira está a dar aos homens a oportunidade de receberem um dos seus cobiçados anéis de noivado cravejados de diamante.
 
De acordo com o jornal diário internacional, The Wall Street Journal, os anéis integrados na coleção masculina para noivos de estreia da Tiffany apresentam um diamante solitário, medindo até 4,3 quilates. Os anéis combinam, ou uma pedra redonda de corte brilhante com uma faixa de corte à faca, ou uma pedra de corte esmeralda com uma faixa de corte em bisel.

O lançamento procura reforçar a dinâmica do negócio de anéis de noivado da Tiffany, que já representa 26% das receitas totais da empresa. Acima de tudo traduz uma reação à mudança de tendências, como reflexo do aumento dos níveis de casamento entre pessoas do mesmo sexo e aumento da moda de género.
 

O amor em diamantes de todas as formas e tamanhos da Tiffany - Instagram @tiffanyandco


Em janeiro deste ano, a Tiffany foi adquirida por 15,8 mil milhões de dólares pelo gigante francês de luxo LVMH, que tem grandes planos para a joalheira americana. Como foi salientado pelo CEO da LVMH Bernard Arnault – durante a AGM do grupo em abril deste ano – a Tiffany "é um ícone. A marca que simboliza o amor. Vamos fazê-la brilhar ainda mais e torná-la a marca de joalharia mais desejável".
 
Os planos exatos que a LVMH tem reservado para a Tiffany não foram divulgados, mas um relatório recente da Reuters – que cita fontes familiarizadas com a situação – sugeriu que a empresa francesa poderia ter a intenção de reorientar a extensa gama de produtos do joalheiro para o ouro e pedras preciosas, ao mesmo tempo que tornava as suas famosas pulseiras de prata ainda mais topo de gama e reforçava o segmento de relógios.
 
Em qualquer caso, o grupo deixou claro que está a estudar uma estratégia a longo prazo que exigirá investimentos significativos.
 
"O potencial da marca é enorme e a sua integração é muito importante para nós. É realmente a nossa prioridade número um", explicou o CFO da LVMH, Jean-Jacques Guiony, durante uma teleconferência com analistas financeiros no início deste mês. "É um desafio e pensamos que teremos de lhe dedicar todos os nossos recursos".
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.