×
Publicidade
Por
Reuters
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
7 de jan de 2021
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Tiffany regista recorde de vendas no fim do ano graças ao online e consumidores chineses

Por
Reuters
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
7 de jan de 2021

A joalheria americana Tiffany & Co anunciou que registou um recorde de vendas, no período de festas do fim do ano de 2020, impulsionado pelas compras online e pelos consumidores chineses.


Tiffany regista recorde de vendas online - Tiffany & Co


A empresa que em breve será adquirida pela francesa LVMH informou que as suas vendas líquidas preliminares gerais aumentaram cerca de 2%, no período que medeia os dias 1 de novembro a 31 de dezembro, em comparação com o ano anterior, com as vendas de comércio eletrónico a subirem mais de 80% no período.

A temporada de festas de 2020 foi incomum, pois a pandemia de COVID-19 alterou os padrões de compras, mantendo os consumidores em casa a evitarem lojas físicas, e a optarem por compras online.

A Tiffany, conhecida pelos seus anéis de noivado e caixinhas azuis, disse que as vendas líquidas na região da Ásia-Pacífico aumentaram 20%, com a China continental a apresentar um crescimento de mais de 50%.

“Durante este período, vimos o mercado da China Continental a continuar a impulsionar o nosso crescimento geral de vendas”, declarou o CEO Alessandro Bogliolo. No entanto, as vendas líquidas nas Américas e na Europa diminuíram.

Na semana passada, os acionistas da Tiffany votaram a favor da compra da empresa pela LVMH por 15,8 mil milhões de dólares, cerca de 400 milhões de dólares a menos do que a primeira oferta do gigante de luxo europeu.
 

© Thomson Reuters 2021 Todos os direitos reservados.