Tommy Hilfiger assume a pole position em Milão

Neste fim de semana, Tommy Hilfiger levou o conceito "Tommy Now" para o continente europeu, organizando na noite de domingo (25) o maior desfile da Semana da Moda de Milão. 
 
Gigi Hadid x Tommy Hilfiger - Pixelfotmula
 
Sob os ventos gelados que desceram dos Alpes para as planícies da Lombardia, onde Milão está localizada, quase duas mil pessoas deslocaram-se até ao MICO, um gigantesco espaço de exposições dentro da Fiera di Milano, para assistir ao desfile da Tommy. No interior do local, os convidados encontraram uma mini pista de corrida, carros de corrida de Fórmula 1 da Mercedes, e uma equipa de mecânicos. O logótipo da Tommy Hilfiger podia ser visto nos carros e nos uniformes dos mecânicos. O designer americano é o novo patrocinador da F1 Mercedes para a próxima temporada.

A passarela era uma pista de corrida, sobre a qual Gigi Hadid deu o start para o desfile, vestida com calças de couro e um cropped justo com o logótipo da Tommy na parte da frente. O desfile foi misto, masculino e feminino. Para as meninas: casacos biker ajustados, cortados na metade do tronco, saias justas e às riscas, e fatos de banho com padronagem xadrez preto e branco, como bandeiras de chegada. Para os meninos: casacos universitários de couro em misturas de stretch e pele de cordeiro, coletes acolchoados em tecido sob medida com riscas de giz e tecidos tecnológicos coloridos, além de camisas com estampados camuflados e abstratos.
 
Quase tudo o que foi apresentado teve algum elemento do logótipo vermelho, branco e azul de Tommy. Gigi foi, sem dúvida, a estrela desta última coleção "See Now, Buy Now", que pôde ser adquirida imediatamente após o desfile, tanto online como dentro de um pit stop organizado para o evento. Mas, a modelo teve as suas rivais, como Hailey Baldwin, filha do ator Stephen e sobrinha de Alec, que atraiu os olhares ao vestir um conjunto às riscas de calções e uma camisa cropped, sob uma camisola confortável.  

Os convites foram laminados, como os passes para o paddock de uma equipa de corrida da F1. A banda sonora era o som de pneus a chiar e a deslizar e tubos de escape a rugir. Este foi o quarto e mais inventivo desfile "See Now Buy Now" de Hilfiger. O tema corrida de carros trouxe uma nova abordagem ao seu estilo.

"Não poderia estar mais feliz em estar aqui. Se Milão é boa o suficiente para Giorgio Armani e Angela Missoni; ou Prada e Gucci, então é definitivamente boa o suficiente para mim", brincou Tommy Hilfiger.

Houve muita ação na primeira fila deste grand prix: Olivia Palermo, Eva Herzigova, Sabrina Carpenter, Jasmine Sanders (também conhecida como Golden Barbie), Bar Refaeli e Shawn Yue, ator chinês que fez os corações das jovens asiáticas baterem mais forte. As estrelas da corrida também marcaram presença, como Eddie Irvine, que dirigiu a Ferrari na época em que Tommy Hilfiger patrocinou a marca italiana há 20 anos, e o atual campeão mundial Lewis Hamilton.

Quando alguém fez um elogio ao casaco de couro vestido por Irvine, este brincou: "Tommy deu-me este casaco há duas décadas, adoro-o e ainda o uso. Nada mal, não é mesmo? Embora eu precise de correr muito para me manter em forma e poder usá-lo".

Na noite anterior, Tommy levou o público à Garage Italia, o novo e inteligente espaço dançante e gastronómico do empresário Lapo Elkann, construído dentro de uma garagem Art Déco restaurada, parte de um acordo que o sempre ambicioso Lapo fez com Carlo Cracco, o chef mais famoso de Itália.

Apesar de tantas celebridades, a maior estrela da noite foi Tommy Hilfiger: a marca americana de mais rápido crescimento na Europa nesta década, e a cereja do bolo foi o seu mega desfile na Semana da Moda de Milão mais movimentada dos últimos cinco anos.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirDesfiles
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER