×
362
Fashion Jobs
MINGA LONDON
Ecommerce Manager
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
MINGA LONDON
Head of Creative Content / Art Director
Efetivo - CLT · GUIMARÃES
SALSA
IT Retail Systems Specialist – Oportunidade de Suporte e Participação em Projetos de IT
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
GIANNI KAVANAGH
Marketing Director
Efetivo - CLT · BRAGA
SALSA
IT Development Specialist – Oportunidade de Fazer a Diferença no Dia a Dia do Utilizador Final
Efetivo - CLT · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo - CLT · Faro
ADIDAS
Buyer - German Speaker (m/f)
Efetivo - CLT · Porto
JD SPORT
Stock Financial Controller
Efetivo - CLT · Alicante
JD SPORT
Demand Planner
Efetivo - CLT · Alicante
TAPESTRY
Sales Associate ii - ce pt Vila do Conde (20-39 Hours)
Efetivo - CLT · Vila do Conde
SALSA
Estágio Curricular - People & Talent
Estágio · Vila Nova de Famalicão
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Estação Viana - a Tua Melhor Versão
Efetivo - CLT · Viana do Castelo
THE KOOPLES
Store Manager
Efetivo - CLT · LISBOA
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m) 1
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Sales Associate Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conde (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Assistant Store Manager Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conte (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Assistant Store Manager Hugo Boss Factory Outlet Vila do Conte (f/m)
Efetivo - CLT · Porto
HUGO BOSS
Ales Associate Hugo Boss Factory Outlet Almancil (f/m)
Efetivo - CLT · Quarteira
HUGO BOSS
Sales Associate Boss Store Quinta do Lango (f/m)
Efetivo - CLT · Almancil
HUGO BOSS
Sales Associate Boss Store Quinta do Lago (f/m)
Efetivo - CLT · Almancil
Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
17 de mar de 2021
Tempo de leitura
4 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Tory Burch: feminilidade discreta e reservada no The Odeon

Traduzido por
Helena OSORIO
Publicado em
17 de mar de 2021

A designer americana Tory Burch está entusiasmada por regressar a um espaço clássico nova-iorquino, que marcou a sua juventude e existe desde 1980. A julgar pela sua nova coleção assumiu o famoso restaurante The Odeon, no distrito de Tribeca em Nova Iorque, e prestou um tributo poético ao vestuário desportivo americano de alta gama e às mulheres nova-iorquinas que continuam a lutar contra a pandemia.


Look da marca Tory Burch da coleção para a estação de outono-inverno 2021 - Foto: Jody Rogach para a Tory Burch


"Comecei a perguntar-me o que Nova Iorque tem feito por mim pessoalmente e o que faz por todos os outros. Não menos importante é o facto de Nova Iorque estar a atravessar uma verdadeira catástrofe, com muitas empresas a falirem e pessoas em dificuldades", lamentou Tory Burch durante uma vídeo conferência ao vivo na megalópole americana, à primeira luz do amanhecer.
 
Os materiais parecem ser os verdadeiros heróis da sua coleção para a estação de outono-inverno 2021, com drapejamentos e peças sobrepostas a evocarem uma nostalgia silenciosa, aparentemente inspirada pela sua mãe, misturando artisticamente linhas masculinas com peças eminentemente femininas.

O fato de bombazina vermelha é um bom exemplo, inspirado nas viagens para compras da mãe a Manhattan. De notar também um casaco de lã de cordeiro usado sobre uma elegante camisola de gola alta em caxemira, e os belos casacos acolchoados em cetim.
 
A designer americana brinca com os códigos formais através de blazers japoneses de ganga e saias de fato "para usar no escritório ou não", propondo um vestido de linho enfeitado com diferentes botões como resultado de um efeito resolutamente vintage. Vestidos de cambraia em azul ganga com colarinhos desbotados certamente impressionarão, assim como casacos de sarja crepe e vestidos repletos de motivos japoneses e flores tradicionais.


Look da Tory Burch para o outono-inverno 2021 - Foto: Jody Rogach para a Tory Burch


Burch não hesitou em apreender os códigos do vestuário desportivo americano com tecidos tradicionalmente masculinos como o moleskin de algodão utilizado para as calças de marinheiro numa versão feminina. Algumas das peças foram inspiradas pelo ocidente americano, como o vestido de popelina aparentado com uma bata de professor ou o saco Lee Radziwill, que foi adaptado para a ocasião de uma forma mais orgânica e adornado com detalhes de cowboy.
 
Para que conste, Tory Burch cresceu numa quinta na Pensilvânia antes de conseguir um emprego como designer do americano natural da Sérvia, Zoran Ladicorbic, e de ser obrigada a mudar-se para Nova Iorque em menos de uma semana. Foi assim que se estabeleceu na Greenwich Street, a poucos quarteirões do restaurante The Odeon.
 
Mais uma vez, Tory Burch fez a escolha de uma apresentação fora de época, quase quatro semanas após o último desfile da New York Fashion Week, onde as suas aparições têm estado entre as mais aguardadas há mais de uma década. Há seis meses, Tory Burch mudou para o formato de exibição de vídeo com uma curta-metragem filmada em Hancock Shaker Village, em Massachusetts. Assim, o tom muda drasticamente com esta nova coleção.
 
No próximo outono, o look da Tory Burch é complementado por botas com saltos curvados ou tamancos de plataforma em madeira. A marca também introduz uma nova bolsa de couro macio, que pode ser expandida ou contratada conforme necessário, chamada a 151 Mercer. O endereço é o da sua nova boutique, que abrirá a poucos metros de outra instituição nova-iorquina, o icónico Hotel Mercer instalado num edifício do Soho construído em 1890 para John Jacob Astor II, e citado como um exemplo do período de revivalismo românico.


Look Tory Burch para o outono-inverno 2021 - Foto: Jody Rogach para a Tory Burch


Para a inauguração, Tory Burch planeia exibir um vídeo de oito empresárias de diferentes partes da cidade, vestindo a sua coleção.
 
"Perguntei a mim própria como poderia mostrar a minha gratidão a Nova Iorque. As mulheres têm sido particularmente atingidas", disse a designer. Neste âmbito, a sua empresa prestará assistência financeira para salvar empresas locais geridas por mulheres.
 
Quando uma jornalista francesa salientou que a coleção a fazia recordar o filme Annie Hall (1977), Tory Burch retorquiu imediatamente: "Woody Allen não é de todo a minha referência. Mas Diane Keaton, por outro lado, tinha a tendência, tal como a minha mãe, de misturar peças masculinas com uma atitude muito feminina".
 
"Apesar das suas terríveis consequências, a pandemia deu-me, pelo menos, a oportunidade de arranjar tempo. Nunca trabalhámos tanto, mas ser capaz de entregar a coleção a Pierre-Yves (Roussel, o marido e novo CEO da maison) tem sido uma dádiva de Deus. O tempo permitiu-me concentrar na criação e no produto, recordando tudo o que Nova Iorque me deu", insistiu a designer a partir do seu estúdio na 19th Street, na Segunda Avenida em Manhattan.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.