×
686
Fashion Jobs
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo · Braga
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Direct-tO-Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Buyer - Spanish Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Apo (Snp/Ibp) Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Non-Trade Procurement Business Analysis (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Footwear Buyer
Efetivo · Alicante
JD SPORT
Apparel Buyer
Efetivo · Alicante
SACOOR BROTHERS
Fiel de Armazém (Storekeeper) - c. Comercial Colombo (m, f)
Efetivo · Lisboa
MINGA LONDON
Digital Marketeer
Efetivo · GUIMARÃES
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant - c. Comercial Norteshopping (m, f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist - People Services - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Demand Planner (m/f)
Efetivo · Maia
ADIDAS
Manager Gbs Delivery Excellence - Resource Planning (M/F/D) -Porto/Herzo
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Reporting & Analytics (M/F/D) - Direct to Consumer Ecommerce
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Gbs Delivery Excellence - Resource Planning (M/F/D) -Porto/Herzo 1
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - Mobility (M/F/D)
Efetivo · Porto
Por
Agência LUSA
Publicado em
18 de nov. de 2014
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Trabalhadores da Inditex manifestam-se em Lisboa para contestar cartão-refeição

Por
Agência LUSA
Publicado em
18 de nov. de 2014

Lisboa (Lusa) – Trabalhadores das lojas do Grupo Inditex manifestaram-se hoje, em Lisboa, contra a utilização do cartão-refeição que não lhes permite fazer o pagamento de despesas como a renda, a prestação da casa, a água, o gás ou a eletricidade.

Uma unidade Zara do Grupo Inditex


“A empresa impôs o cartão-refeição, mas não teve em conta que este não serve para pagar muitas das despesas que os trabalhadores têm. Os trabalhadores, na sua maioria, são muito jovens, estão no início de vida e precisam do dinheiro para fazer face a outras despesas”, disse o dirigente sindical António Santos, à agência Lusa.

Os trabalhadores que estão nas lojas do Grupo Inditex “comem em ‘tupperwares’ e marmitas para que o dinheiro sobre e permita pagar os passes sociais, a creche dos filhos ou mesmo a faculdade, porque há muitos que são estudantes”, explicou o sindicalista do CESP - Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal.

O sindicalista disse ainda que a Inditex (que detém marcas como Zara, Pull and Bear, Massimo Dutti, Bershka ou Stradivarius) se tem "mostrado indiferente" aos pedidos dos funcionários e do sindicato.

Segundo o CESP, a ação de hoje é a primeira que é feita pelos trabalhadores das lojas do Grupo Inditex que pretendem, assim, dizer que “não precisam de cartões de refeição, mas sim do aumento do salário base” e que “desejam acabar com horários sem regras impostos de véspera e pôr termo às alterações unilaterais dos horários”.

António Santos esclareceu que outras empresas que operam em Portugal, mas cuja dimensão é menor, “já resolveram o problema do uso dos cartões-refeição”, tendo afirmado que por detrás de lojas “modernas” está a prepotência dos representantes do grupo em Portugal “que não ouvem, não dão resposta e ignoram as dificuldades [dos trabalhadores]”, apesar de o sindicato "estar disposto" a dialogar.

“O dono da Inditex recebe 447,2 milhões de euros em dividendos, enquanto os trabalhadores estão sem aumentos há três anos”, lamentou António Santos.

“O cartão-refeição é um negócio que prejudica os trabalhadores, beneficia a Inditex e o banco com quem o grupo trabalha e que penaliza a Segurança Social portuguesa”, concluiu.

Copyright © 2021 Agência LUSA. Todos os direitos reservados.