×
706
Fashion Jobs
JD SPORT
Demand Planner_Sport Zone(m/f)
Efetivo · Maia
TIFFOSI
Area Manager (m/f)
Efetivo · Braga
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Direct-tO-Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Buyer - Spanish Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Apo (Snp/Ibp) Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Non-Trade Procurement Business Analysis (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Footwear Buyer
Efetivo · Alicante
JD SPORT
Apparel Buyer
Efetivo · Alicante
SACOOR BROTHERS
Fiel de Armazém (Storekeeper) - c. Comercial Colombo (m, f)
Efetivo · Lisboa
SACOOR BROTHERS
Sales Assistant - c. Comercial Norteshopping (m, f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist - People Services - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
JD SPORT
Demand Planner (m/f)
Efetivo · Maia
ADIDAS
Manager Gbs Delivery Excellence - Resource Planning (M/F/D) -Porto/Herzo
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Specialist Reporting & Analytics (M/F/D) - Direct to Consumer Ecommerce
Efetivo · Porto
ADIDAS
Manager Gbs Delivery Excellence - Resource Planning (M/F/D) -Porto/Herzo 1
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - Mobility (M/F/D)
Efetivo · Porto
Publicado em
7 de fev. de 2017
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Transformação mundial também chega ao mundo da moda

Publicado em
7 de fev. de 2017

A moda é um mercado poderoso, ao longo de uma década o setor registou taxas anuais de crescimento de 5,5%, fazendo com que, hoje, seja avaliado em nada mais nada menos que 2.4 biliões de dólares. No entanto, a instabilidade política e económica mundial fez com que 2016 fosse um dos anos mais difíceis da história fashion, conforme aponta levantamento da McKinsey & Company.

O luxo chegou ao fast fashion? Para a McKinsey & Company, sim. Confira as perspectivas da consultadoria internacional para o setor.


Segundo a consultadoria, o mercado de moda encerrou o período com crescimento entre 2% e 2,5%, menos da metade dos índices registados entre 2005 e 2015. Agora, o setor terá pela frente um ano de recuperação – e deve fechar 2017 com um aumento de 2,5% a 3,5% na receita.
 
O crescimento desse mercado será impulsionado pelo reaquecimento da economia global.  A recuperação também será variada entre os diferentes segmentos desse mercado: a categoria de roupas desportivas deve fechar 2017 com expansão entre 6,5% e 7,5%; bolsas e malas, entre 4% e 5%.

O segmento de relógios e joias vem na sequência, com expansão prevista entre 3% e 3,5%. A área de roupas e calçados como um todo deve crescer entre 1,5% e 2,5% em 2017.
 
Passo a passo
Nem todos os fatores que prejudicaram o setor em 2016, contudo, estão dissipados. Conforme lembra a consultadoria, a volatilidade dos quadros político e económico globais persiste, assim como as incertezas sobre o crescimento chinês.

Fora isso, soma-se a mudança no estilo de vida dos consumidores e o efeito dos avanços tecnológicos, o que faz a especialista concluir: a indústria da moda não sairá a mesma da crise.
 
Outro fator de impacto é a urbanização nos países em desenvolvimento: uma nova classe de cidades ricas, sobretudo na Ásia e Médio Oriente, se tornará central para a evolução da moda. O consumidor também mudou – mais conetado e sofisticado, ele agora não espera para ter o que quer.
 
Como resultado, o fast-fashion chegou ao segmento de luxo. Grifes como Burberry, Tom Ford e Tommy Hilfiger, por exemplo, passaram a disponibilizar para compra suas coleções imediatamente após os desfiles.

Fonte: Portal NOVAREJO

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.