Valérie Hermann, presidente de marcas internacionais, deixa Ralph Lauren

A sofisticada marca americana Ralph Lauren Corp. anunciou na sexta-feira a saída de Valérie Hermann do seu cargo de presidente de marcas internacionais a partir de 30 de setembro. O seu sucessor ainda não foi nomeado.


Ralph Lauren

Valérie Hermann assumiu funções como presidente há apenas três anos: era responsável pelo portefólio de marcas de moda e lifestyle da empresa nova-iorquina, nomeadamente Ralph Lauren, Polo Ralph Lauren, Lauren, Chaps e Home.
 
Valérie Hermann chegou à Ralph Lauren em 2014 como presidente das coleções de luxo da Ralph Lauren. Aí, foi responsável pelas marcas de gama alta Black Label e Purple Label, bem como pelas categorias de joias, óculos, relógios, carteiras, RRL e perfumes.
 
Em 2016, foi promovida à presidência das categorias de luxo, prêt-à-porter feminino e acessórios, posição que ocupou durante seis meses, antes de ser nomeada presidente de marcas internacionais ainda em 2016.
 
O próximo cargo de Valérie Hermann ainda não é conhecido. Após ocupar cargos de direção na Saint Laurent, onde foi diretora-geral durante seis anos a partir de 2005, e na Dior, onde dirigiu as coleções femininas, talvez tenha conseguido um emprego semelhante no seu país natal, França, para onde se irá mudar no final de setembro.

Como parte do seu acordo de saída, Valérie Hermann receberá 2,9 milhões de dólares em salário e indemnização, bem como até 300 mil dólares (ou seja, um total de aproximadamente 2,85 milhões de euros) em despesas relacionadas com o regresso da sua família a Paris, de acordo com um documento apresentado pela empresa americana junto da SEC.
 
Desde 24 de maio, Valérie Hermann detinha 52.037 ações da Ralph Lauren, segundo o documento.

Em maio, a Ralph Lauren divulgou os seus resultados para o exercício de 2018-19, com um volume de negócios em alta de 3% a taxas de câmbio constantes em relação ao ano anterior, atingindo os 6,3 mil milhões de dólares (5,6 mil milhões de euros). O resultado foi sustentado por bons desempenhos na Ásia (+13%) e na Europa (+6%). No entanto, o mercado americano registou um queda de 1% no volume de negócios.

Mais recentemente, em junho, Kevin Drew Gotthard, vice-presidente de finanças da Ralph Lauren para a região Europa/Médio Oriente/África, também deixou o cargo para se juntar ao Neiman Marcus Group como vice-presidente de finanças.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - Pronto-a-vestirNomeações
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER