×
305
Fashion Jobs
GIANNI KAVANAGH
PR / Influencers Management
Efetivo · BRAGA
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services Bik - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Comprador de Vestuário (m/f)
Efetivo · Porto
CONFIDENCIAL
Country Manager Iberica Textile
Efetivo · PORTO
SALSA
Ecommerce Product Manager – Desenvolvimento do Negócio Digital da Marca
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
SPORT ZONE
Marketplace Business Developer (m/f)
Efetivo · Maia
FOREO
Business Development Specialist
Efetivo · Lisbon
SALSA
Ecommerce Product Specialist – Oportunidade de Especialização em Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sales Associate Part-Time - Centro Comercial The Style Outlets - Vila do Conde
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Gestor de Produto (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - General Admin - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
COURIR PORTUGAL
Sales Assistant - Lisboa - CDI - Part-Time - 30h - m/h
Efetivo · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Madeira Shopping - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Funchal
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Funchal Rua - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Funchal
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja (Part-Time) - Alma Shopping - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Coimbra
CLAUDIE PIERLOT PORTUGAL
Vendedor(a) - CDD 15h - 6 Meces - Porto Norte H/F
Temporario · SENHORA DA HORA
TOMMY HILFIGER (RETAIL)
Vendedor/a - 30h - Chiado
Temporario · LISBOA
Por
Jornal T
Publicado em
17 de mai. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Valérius propõe "cluster autossustentável" para a energia

Por
Jornal T
Publicado em
17 de mai. de 2022

O presidente do grupo Valérius, José Manuel Ferreira, defende que as empresas têxteis devem controlar 75% da energia que consomem e, por isso, avança com a ideia de criação de um “cluster autossustentável para que a energia pertença a todos”. À espera da fatura de abril, o empresário prevê que este será o mês mais crítico do ano e que o setor chegou a uma fase em que “ou se faz alguma coisa agora ou pode vir aí um verdadeiro colapso”.


José Manuel Ferreira, presidente do grupo Valérius


Considerando que a subida dos preços do gás natural está a tornar insustentável para a atividade das tinturarias e das tecelagens, o líder da Valérius adverte mesmo para a possibilidade de colapso do setor. “São a carruagem do meio do setor têxtil; se falham, falhamos todos”, destaca em declarações ao jornal Público, dando conta de que a energia “é um custo que ninguém consegue controlar”.

É por isso que avança com a ideia de que as empresas devem passar a controlar boa parte do abastecimento da energia que consomem, propondo a criação de “um cluster autossustentável” para a região do Cávado e do Ave, onde estão concentradas cerca de 80% das empresas do setor têxtil. “Pode ser um passo para criar uma comunidade exemplar no país”, diz ao Público, esperançado no facto de que “desde que começou a guerra os empresários têm comunicado muito mais entre si”.

Ouvido também pelo Público, o presidente da ATP, Mário Jorge Machado,  explica que as empresas “podem produzir calor através de caldeiras de biomassa e aumentar a produção de eletricidade por painéis fotovoltaicos”  e que o Estado pode contribuir neste aspeto com a “majoração dos apoios previstos no Plano de Recuperação e Resiliência para a área da descarbonização”.

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.