Valérius vai a Londres mostrar o futuro verde para a ITV

Co-creating the Future Valérius 360, assim se chama o projeto do Grupo Valérius que quer aplicar de forma perfeita os princípios da economia circular. É em Londres, perante a nata de académicos da área da Moda, que os estrategas da empresa de Barcelos vão explicar como em dez anos todas as roupas que saírem das suas fábricas a elas voltarão para dar origem a novos produtos.


É na Global Fashion Conference, que decorre a 31 de outubro e 1 de novembro, no London College of Fashion da UAL – London University of Arts, que vai ter lugar a apresentação do Projeto Valérius 360. A sessão tem lugar logo no primeiro dia, no período da tarde, e está integrada num painel onde todos os outros oradores são académicos e vindos de universidades de Itália, Escócia, Espanha e Inglaterra.

O projeto que desperta a curiosidade do  mundo da Moda foi lançado em novembro passado – na foto, a apresentação, em Barcelos –  e está a ser desenvolvido pela RDD – Research, Design, Development, a vertente laboratorial do grupo que é uma espécie de cérebro criativo de onde saem soluções integradas e inovadoras para novos conceitos, tanto em design como novos produtos. Neste caso do Valérius 360, o grupo conta com a parceria da Universidade do Minho e outras parcerias tecnológicas.

Em Londres, na próxima quarta-feira, a apresentação será feira pela diretora geral da RDD, Elsa Parente, que se fará acompanhar por Dolores Gouveia, Design & Marketing Manager, e Miguel Costa, da área de I&D. O objetivo é mostrarem como a Valérius se propõe reconverter stocks das marcas e empresas suas parceiras, juntando-os aos desperdícios da sua produção para assim gerar uma nova gama de fios e novo vestuário.

Ou seja, uma solução ecologicamente correta, ética e sustentável para reduzir o recurso a matérias-primas, energia, água e produtos químicos, produzindo ao mesmo tempo coleções éticas e a preços acessíveis. Além de fios têxteis sustentáveis, o processo vai permitir ainda a produção de papel ecológico, a partir dos desperdícios que o processo de reciclagem não pode devolver à indústria têxtil.

No fundo, um processo inovador e que oferece à indústria da Moda uma solução para um futuro verde que aplica de forma exemplar os princípios da economia circular a partir do processo convencional de seis etapas: recolha de vestuário, classificação, moagem, fios renovados, malha e, de novo, vestuário.

Para criar o caminho do futuro para a ITV a Valérius 360 tem um plano de 10 anos e um orçamento de 20 milhões de euros. Nascido em 2017, o Co-creating the Future Valérius 360, desenvolve-se em várias etapas que estão devidamente calendarizadas até 2027, ano de consolidação do projeto.

Copyright © Jornal T. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirTêxtilIndústria
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER