Vendas da Inter Parfums aumentam 20%

A Inter Parfums informou na quarta-feira (25) que as vendas líquidas do primeiro trimestre aumentaram 20,1%, para 171,8 milhões de dólares, apesar de um dececionante declínio nas vendas dos Estados Unidos. Com este resultado, a distribuidora de fragrâncias aumentou a sua projeção para o ano e espera agora 665 milhões de dólares em vendas totais.


Campanha da fragrância "Coach Floral” - Coach

A empresa especializada em perfumes Inter Parfums, sediada em Nova Iorque, registou vendas líquidas de 171,8 milhões de dólares no trimestre encerrado a 31 de março, ante 143,1 milhões de dólares no primeiro trimestre de 2017. Em taxas de câmbio comparáveis, as vendas líquidas consolidadas do primeiro trimestre aumentaram 13,1%.

As operações da empresa na Europa registaram um "crescimento impressionante” de 24,9%, para 149,5 milhões de dólares, impulsionado pelo aumento em marcas americanas como a Coach, e pela venda de colónias masculinas, ajudadas pela expansão das coleções atuais no ano passado, disse Jean Madar, diretor executivo da Inter Parfums, num comunicado.

"As vendas de fragrâncias da Montblanc aumentaram quase 33% com o crescimento contínuo apoiado pela linha 'Legend' e pelo lançamento de 'Legend Night’ no segundo semestre de 2017", disse Madar, acrescentando que as vendas de fragrâncias da Jimmy Choo caíram 28% no trimestre, após um crescimento de 57% em 2017. "Uma melhoria nas vendas da Jimmy Choo está prevista para o ano com a introdução de 'Jimmy Choo Man Blue' e 'Jimmy Choo Fever'", ressaltou um ansioso Madar.

A marca de perfumes que mais cresceu na Europa foi a Coach, que viu as suas vendas aumentarem 242% em relação ao primeiro trimestre do ano passado, impulsionadas pelo sucesso contínuo da linha masculina de perfumes lançada no final de 2017, e pela recente estreia da linha feminina "Coach Floral".

A maioria das outras marcas, incluindo Karl Lagerfeld, Boucheron e Van Cleef & Arpels, cresceram na Europa, impulsionadas por um euro forte, com destaque para a Lanvin e a Rochas, cujas vendas caíram ligeiramente em moeda local, mas em dólar subiram 10% e 14 %, respetivamente. A América do Norte foi o mercado com pior desempenho nos três meses, com vendas abaixo de 4,6%, para 143,1 milhões de dólares.

Anna Sui e Oscar de la Renta, duas das maiores marcas do grupo, mostraram "bom aumento nas vendas comparáveis do trimestre" coincidindo com a introdução de novos produtos, disse o CEO, acrescentando que “espera vendas trimestrais muito melhores à medida que o ano avança”, uma vez que a empresa vai apostar em novos produtos e começar as vendas das fragrâncias da marca Guess no segundo trimestre. A Inter Parfums vai divulgar os resultados completos referentes ao primeiro trimestre de 2018 a 7 de maio.

Devido ao "forte desempenho das vendas do primeiro trimestre e às estimativas iniciais de vendas de perfumes Guess", a empresa aumentou as suas projeções para o ano inteiro, informou o diretor financeiro da Inter Parfums, Russell Greenberg.

Agora, a empresa prevê vendas líquidas de 665 milhões de dólares e lucro líquido por ação diluída de 1,59 dólares, representando um aumento de 7,3% e 10,4% em relação à sua projeção de vendas e lucros anterior, respetivamente.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

PerfumesNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER