Vendas da Moncler aceleram ainda mais no segundo trimestre

As vendas da marca italiana de outerwear de luxo Moncler aceleraram ainda mais no segundo trimestre e registaram um aumento de 18% a taxas de câmbio constantes, uma vez que a demanda pela marca não mostrou sinais de fadiga.


Colaboração da Moncler com Simone Rocha para o projeto Genius

No primeiro semestre do ano, a receita da empresa subiu 13% a taxas de câmbio constantes, para 570 milhões de euros, um pouco acima das estimativas dos analistas de 562 milhões de euros, segundo a Refinitiv SmartEstimate.

As vendas comparáveis ​​da Moncler cresceram 9% no período. No ano passado, a marca conhecida pelos seus blusões obteve sucesso ao mudar a sua estratégia e lançar o projeto "Genius", com coleções mensais criadas por diferentes estilistas para atingir os clientes mais jovens e ávidos por novidades.

O lucro ajustado antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) subiu 16% para 143,6 milhões de euros, pouco acima das estimativas de 139 milhões de euros, com margem de 25,2%, praticamente estável ​​em relação ao ano anterior.

Em comunicado, o presidente e CEO da Moncler, Remo Ruffini, disse estar confiante com os resultados da empresa para os próximos meses.

Traduzido por Novello Dariella

© Thomson Reuters 2019 Todos os direitos reservados.

Luxo - Pronto-a-vestirNegócios
SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER