×
Por
EFE
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
12 de mar. de 2021
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Vendas da Bimba y Lola caíram 27% em 2020

Por
EFE
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
12 de mar. de 2021

A empresa galega de moda e acessórios Bimba y Lola viu as suas vendas caírem 17,3% no segundo semestre do exercício de 2020, pelo que fechou o ano fiscal com um decréscimo de 27,4% e um volume de vendas de 164,8 milhões de euros.


Bimba y Lola


Os resultados foram anunciados na quinta-feira através de um comunicado da própria empresa, que indica que as vendas do canal digital cresceram 66% este ano e representaram 34% das vendas totais.
 
Quanto às vendas internacionais, estas evoluíram em linha com as registadas em Espanha e contribuíram com 32% do valor total do grupo.

“O ano de 2020 foi um teste extremo para o mundo”, disse o CEO da empresa, José Manuel Martínez. “Num cenário tão complicado, estamos muito orgulhosos e gratos pelo apoio contínuo que os clientes da Bimba y Lola nos têm dado.”
 
“Ao longo do ano, as vendas do nosso canal digital, bem como as vendas das nossas lojas quando puderam estar abertas, surpreenderam-nos sempre de forma muito positiva.” O responsável elogiou ainda a capacidade do grupo “para ultrapassar as adversidades deste ano impossível”.
 
A empresa com sede em Mos (Pontevedra) sublinha que, com estes números, continuará a apostar no crescimento.

© EFE 2022. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos dos serviços Efe, sem prévio e expresso consentimento da Agência EFE S.A.