×
302
Fashion Jobs
DIRETOR(A) INDUSTRIAL
Diretor(a) Industrial
Efetivo · MONACO-VILLE
GIANNI KAVANAGH
PR / Influencers Management
Efetivo · BRAGA
ADIDAS
Specialist Gbs HR Services Bik - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Comprador de Vestuário (m/f)
Efetivo · Porto
CONFIDENCIAL
Country Manager Iberica Textile
Efetivo · PORTO
SALSA
Ecommerce Product Manager – Desenvolvimento do Negócio Digital da Marca
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
SPORT ZONE
Marketplace Business Developer (m/f)
Efetivo · Maia
SALSA
Ecommerce Product Specialist – Oportunidade de Especialização em Ecommerce
Efetivo · Vila Nova de Famalicão
ADIDAS
Buyer (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sap Fico Tech Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Sap Fico Consultant (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Specialist Gbs Direct to Consumer Ecommerce (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Sales Associate Part-Time - Centro Comercial The Style Outlets - Vila do Conde
Efetivo · Porto
TIFFOSI
Gestor de Produto (m/f)
Efetivo · Porto
ADIDAS
HR Specialist Gbs Operations - General Admin - German Speaker (M/F/D)
Efetivo · Porto
ADIDAS
Senior Director Gbs Accounting & Tax Europe (m/f)
Efetivo · Porto
DAMA DE COPAS
Consultora de Lingerie
Efetivo · PORTO
THE KOOPLES
Sales Assistant 16h - Eci Lisbon
Efetivo · LISBOA
EMPRESA DE MODA NO SETOR DO LUXO
Vendedor/a de Loja de Gama Alta
Temporario · LISBOA
SALSA
Salsa Vendedor(a) de Loja - Foz Plaza - a Tua Melhor Versão
Efetivo · Figueira da Foz
COURIR PORTUGAL
Sales Assistant - Coimbra cc Forum Coimbra - CDI - Part-Time - 20h - m/h
Efetivo ·
COURIR PORTUGAL
Sales Assistant - Lisboa cc Chiado - CDI - Part-Time - 20h - m/h
Efetivo · LISBOA
Por
AFP
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
22 de abr. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Partilhar
Fazer download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Vendas da Kering crescem 27% no primeiro trimestre

Por
AFP
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
22 de abr. de 2022

O grupo de luxo Kering anunciou na quinta-feira ter alcançado os 4,956 mil milhões de euros em volume de negócios no primeiro trimestre de 2022, um aumento de 27% em relação ao mesmo período do exercício anterior, apesar de um "ambiente incerto".


Bottega Veneta – outono-inverno 2022 - © PixelFormula


François-Henri Pinault, CEO do grupo, disse citado em comunicado: "Começamos 2022 com um trimestre muito sólido num ambiente mais incerto, afetado nomeadamente desde março pelas restrições devido à Covid na China. Todas as nossas maisons registaram um crescimento de dois dígitos no trimestre.” 
 
O volume de negócios é superior ao consenso estabelecido pela Bloomberg e pela Factset, que previam, respetivamente, 4,623 mil milhões e 4,771 mil milhões de euros.

Em dados comparáveis, o aumento do volume de negócios é de 21%. "A diferença reflete essencialmente um efeito de câmbio", explicou o grupo.
 
O crescimento das vendas "é sustentado por uma dinâmica muito boa na Europa Ocidental, na América do Norte e no Japão”. “Na Ásia-Pacífico, é afetado pelas novas medidas de confinamento em algumas grandes cidades da China", segundo a Kering.

As vendas online continuaram a crescer ao longo do trimestre e representaram 15% das vendas diretas.

A Gucci, marca principal do grupo, alcançou um volume de negócios de 2,59 mil milhões de euros (+19,5%), impulsionado por vendas muito boas junto de clientes locais da América do Norte e da Europa Ocidental. Os desempenhos na Ásia-Pacífico "são mais contrastantes" ainda devido às medidas de confinamento.
 
A Yves Saint Laurent continua a crescer, com um salto de 43% para 739 milhões de euros em vendas, impulsionado por "prestações espetaculares na Europa Ocidental e na América do Norte", segundo o comunicado. “A Saint Laurent é uma das marcas que mais nos satisfaz em termos de trajetória”, disse Jean-Marc Duplaix, diretor financeiro da Kering durante uma teleconferência, “com sinais positivos em todas as categorias de produtos, em todas as regiões”.

A Yves Saint Laurent "tem potencial para ir muito além do que a marca é hoje em dia", disse, assegurando que "para outras marcas do grupo", haverá "percursos igualmente promissores”.
 
O volume de negócios da Bottega Veneta subiu para 396 milhões de euros (+21%). As outras casas atingiram 973 milhões de euros em vendas (+35%), cada uma apresentando um crescimento de dois dígitos, de acordo com o comunicado.
 
A Kering Eyewear e Corporate atingiu um volume de negócios de 308,1 milhões de euros. 

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.